Vasco volta a vencer a Ponte e garante sua vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Cruzmaltino derrotou os paulistas por 2 a 1 em São Januário

Por pedro.logato

Rio - O Vasco está na fase final da Copa do Brasil. Atuando em São Januário, o Vasco voltou a vencer a Ponte Preta, desta vez por 2 a 1 e garantiu a vaga nas oitavas de final da competição. Agora, o Cruzmaltino se une aos seis clubes que participaram da Libertadores e a outras dez equipes na reta final do torneio.

O adversário do Vasco ainda não está difinido. Depois que os 16 clubes forem decididos, a CBF vai realizar um sorteio para a configuração do emparelhamento da Copa do Brasil.

Douglas abriu o placar para o VascoAndré Mourão

O JOGO

A partida entre Vasco e Ponte Preta começou com a equipe paulista procurando mais o jogo. Apesar de jogar fora de casa, a Macaca precisava vencer por três gols de diferença para avançar, por isso, a equipe tentou acelerar a partida desde o começo. Porém, as jogadas ofensivas dos visitantes não chegavam a assustar o time carioca, que se defendia bem.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

O tempo passava e a  equipe da casa se mostrava sonolenta, mas aos 18 minutos, Luan deu carrinho em Dakson, dentro da área. O árbitro marcou pênalti para o Vasco. Douglas cobrou bem, sem chances de defesa para Roberto, abrindo o marcador na Colina.

FOTOGALERIA: Vasco volta a vencer e se classifica na Copa do Brasil

O gol freou um pouco o ímpeto inicial da Ponte e a partida acabou ficando mais a feição do Vasco. Com uma grande vantagem no marcador, o Cruzmaltino marcava bem e não avançava tanto, porém, o suficiente para controlar o jogo. Aos 30 minutos, em um bom contra-ataque, Kleber testou Roberto, que fez boa defesa.

Adilson Batista dá instruções à equipeAndré Mourão

No entanto, em uma falha individual, a Ponte chegou ao seu empate. Rodrigo se enrolou com a bola e Cafu recuperou, o atacante avançou e tocou por cima de Martin Silva, fazendo um belo gol. Porém, a Macaca não pode nem comemorar. No lance seguinte, Douglas bateu escanteio e Raphael Costa desviou contra o patrimônio.

Com Lucas Crispim no lugar de Kleber, o Vasco voltou melhor para o segundo tempo. Mesmo com a vantagem começou mais ofensivo. Após bela jogada pela esquerda, Diego Renan avançou bem e finalizou para boa defesa de Roberto. Aos 13 minutos, Rodrigo quase recompensou sua falha no primeiro tempo. Ao receber cruzamento de Dakson, o defensor cabeceou para fora. 

O Vasco seguia dominando e quase ampliou. Aos 20 minutos, Rodrigo soltou a bomba. No rebote de Roberto, Crispim cruzou e Fabrício cabeceou bem, mas a bola bateu caprichosamente na trave do time paulista. Aos 27, Dakson bateu forte e goleiro do time de Campinas defendeu.

Nos últimos minutos, a equipe carioca diminuiu um pouco o ritmo, já satisfeita com a vitória e a classificação. Sem conseguir forças para uma reação, o clube paulista não pressionou e o resultado acabou mantido pelo Vasco.

FICHA TÉCNICA

VASCO 2 X 1 PONTE PRETA

Estádio: São Januário (RJ)
Arbitragem: Francisco do Nascimento (AL)
Cartões Amarelos: Luan (PON), Daniel Borges (PON), Alexandro (PON), Magal (PON)
Cartões Vermelhos: -
Gols: Douglas (VAS), Cafu (PON), Rafael Costa - contra (VAS)

VASCO: Martin Silva, Carlos César, Rodrigo, Douglas Silva e Diego Renan; Guiñazú, Fabrício, Dakson (32' do 2ºT - Montoya) e Douglas; Kléber (Intervalo - Lucas Crispim) e Thalles (42' do 2ºT - Edmilson) / Técnico: Adilson Batista

PONTE PRETA: Roberto, Daniel Borges, Raphael Silva, Luan e Magal, Adilson Goiano, Juninho, Alef (24' do 1ºT - Rossi) e Adrianinho (Intervalo - Guto); Cafú e Rafael Costa (24' do 2ºT - Alexandro) / Técnico: Guto Ferreira

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia