Paredão uruguaio contagia o ídolo Carlos Germano

Ex-goleiro rasga elogios a Martín Silva e diz que arqueiro é excelente em todos fundamentos

Por edsel.britto

Rio - Ele ficou parado durante a maior parte do jogo, não deu carrinho, não cobrou falta, não fez assistências e nem sequer chutou a gol. Mas, mesmo preso dentro dos limites da grande área, o goleiro Martín Silva fez a diferença e foi o principal nome na vitória do Vasco por 1 a 0 sobre o Paraná, sábado, pela Série B do Brasileiro.

Diante de um São Januário lotado, o camisa 1 mostrou porque é um dos principais ídolos da torcida e admirado até por quem trabalha com ele. Principal investimento do Vasco no início do ano, Martín Silva acabou com a carência que existia no setor. Focado no treinos, calado e frio sob a meta, o uruguaio ainda não domina o português, mas sabe de sua importância a cada gesto de carinho dos torcedores.

Martín Silva ganhou elogios do ídolo vascaíno Carlos GermanoDivulgação

O clube já colocou à venda camisas personalizadas para homenagear seu arqueiro e até mesmo Carlos Germano, ídolo e um dos maiores goleiros da história do clube, se rende ao pupilo. Atualmente preparador de Martín Silva, Germano não escondeu o espanto ao falar sobre o repertório variado do pupilo.

“É um goleiro de seleção, já tem duas Copas do Mundo e excelente tecnicamente. Mostrou isso ao defender com a mão direita, com a esquerda, com o pé... Estamos bem servidos. Além da qualidade, ele também tem sorte e todo bom goleiro precisa dela. Martín Silva estava preparado quando o Vasco precisou e, com pelo menos cinco ótimas defesas, garantiu a nossa vitória”, elogiou Carlos Germano, em entrevista à ‘Rádio Globo’, ao lembrar também a bola na trave que o Vasco levou no último minuto.

O preparador não vê semelhanças de estilos com relação a sua época de jogador. “Não é o estilo Carlos Germano. É o de Martín Silva. Ele é completo”, elogiou.

Julgamento hoje definie data do pleito

Ao que tudo indica, a polêmica eleição que definirá quem será o novo presidente do Vasco terá seu último capítulo hoje. O recurso pedido pelo departamento jurídico do clube e pela chapa ‘Sempre Vasco’, do candidato Julio Brant, que pretende adiar o pleito — marcado inicialmente para quarta-feira — para o dia 11 de novembro será julgado pelo desembargador Marco Antônio Ibrahim, do Tribunal de Justiça do Rio.Nos bastidores de São Januário, a expectativa é que a decisão seja favorável ao adiamento, já que a nova data não poderá ser revertida.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia