Rodrigo Caetano se despede da Colina

Dirigente encerra sua segunda passagem pelo clube após o jogo deste sábado contra o Avaí, em Florianopólis

Por edsel.britto

Rio - Chegou ao fim a segunda passagem de Rodrigo Caetano pelo Vasco. Ao lado do atual vice-presidente de futebol Ercolino de Luca e do futuro ocupante do cargo, José Luiz Moreira, o diretor-executivo admitiu na quinta-feira, no CFZ, que não terá mais vínculo com o clube depois do jogo com o Avaí, amanhã. A nova gestão, que terá Eurico Miranda como presidente, tomou a decisão na quarta-feira, após reunião de transição de comando com o atual mandatário Roberto Dinamite.

Após 11 meses, Rodrigo Caetano encerra a sua segunda passagem pelo Vasco no sábadoDivulgação

Depois do sucesso na primeira passagem no clube (2009-2011) — ele foi campeão da Série B e da Copa do Brasil, dois anos depois —, Rodrigo Caetano mais uma vez assumiu a missão de reerguer o futebol do Vasco. Foram 11 meses intensos, que até mesmo a nova diretoria fez questão de reconhecer em tom de agradecimento. “Iria falar sobre isso só depois do dia 2, mas vou quebrar a palavra. É um caso excepcional. É a despedida oficial do nosso querido Rodrigo Caetano. O Vasco agradece a este profissional de uma honradez exemplar”, elogiou José Luiz.

Rodrigo Caetano, por sua vez, garantiu que sua saída não tem relação com uma possível falta de afinidade com a nova diretoria. Ele aproveitou para agradecer a todos que estiveram ao seu lado. “Minha saída é uma questão de filosofia, uma questão orçamentária da nova diretoria. Espero que o Vasco volte forte no ano que vem. Esse é o desejo de quem sai e de quem entra”, destacou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia