Vasco tenta superar trauma de 2014 e iniciar retomada no Carioca

Doriva tem a missão de comandar o Gigante da Colina

Por fabio.klotz

Rio - A primeira missão do Vasco na temporada é superar o trauma de 2014. No ano passado, o time perdeu o título do Carioca para o Flamengo nos acréscimos e com um gol irregular. Após garantir o acesso à elite do futebol brasileiro, 2015 é encarado como um ano de retomada, de olho no título estadual que não conquista desde 2003.

Martín Silva rapidamente conquistou a torcida vascaína e virou ídoloErnesto Carriço

O Vasco passou por uma reformulação. Eurico Miranda voltou à presidência. Depois da negativa de Marquinhos dos Santos, do Coritiba, o técnico escolhido foi Doriva, campeão paulista com Ituano em 2014. Ele chegou com uma ordem clara: armar um time ofensivo, pedido do chefe Eurico.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

A pré-temporada do Vasco foi em Pinheiral, no Rio. O primeiro teste foi o jogo-treino contra o Volta Redonda, que venceu o duelo. Depois, o Gigante foi a Manaus para disputar o Torneio Super Series. Lá, amargou mais duas derrotas, para Flamengo e São Paulo. De volta ao Rio, fez mais um jogo-treino com os reservas e venceu o São Cristóvão.

Os reforços

O Vasco contratou 14 reforços para a temporada: os laterais Jean Patrick, Madson, Christiano e Erick, o zagueiro Aislan, os volantes Victor Bolt, Lucas e Serginho, os meias Julio dos Santos, Matheus Índio e Marcinho, e os atacantes Romarinho e Erick Luis.

Marcinho mostra confiança para brilhar e tem receita para ser ídolo do VascoMárcio Mercante

O principal destaque

Martín Silva resolveu o problema vascaíno no gol. Ele assumiu a posição, deu conta do recado e rapidamente virou ídolo para a torcida. O uruguaio é o principal nome do Vasco. Rodrigo, Guiñazu e Marcinho auxiliam o goleiro no posto de referência do time.

Time-base

Martín Silva; Jean Patrick, Rodrigo, Luan e Christiano; Serginho, Lucas (Guiñazu), Bernardo, Montoya e Marcinho; Rafael Silva.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia