Vasco volta a jogar mal, perde fácil para o Corinthians e se afunda na crise

Gigante da Colina voltou a ser derrotado por placar elástico

Por pedro.logato

São Paulo - As coisas seguem complicadas para o Vasco. Em São Paulo, a equipe carioca voltou a não conseguir fazer uma boa partida e foi derrotada pelo Corinthians por 3 a 0. Depois de uma atualização sólida do setor defensivo no primeiro tempo, o clube carioca se desestruturou, depois do primeiro gol corintiano, logo no começo da segunda etapa. Atrás do placar, o Gigante da Colina não conseguiu esboçar nenhuma reação contra a equipe do Parque São Jorge.

O resultado foi mais um placar elástico contra equipes paulistas. Antes, o clube carioca havia sido derrotado pela Ponte Preta por 3 a 0, pelo São Paulo por 4 a 0 e pelo Palmeiras por 4 a 1. Na próxima rodada, o Vasco terá pela frente um confronto direto na briga contra o rebaixamento. No domingo, dia 9 de agosto, o Gigante enfrenta o Joinville, no Maracanã, às 11 horas da manhã. Já o Timão joga contra o São Paulo, no Morumbi, no mesmo dia, às 16 horas.

Vasco foi derrotado pelo Corinthians em São PauloPaulo Fernandes/Vasco.com.br

O JOGO

O Corinthians começou a partida contra o Vasco com muita pressão. Com apenas 15 minutos, a equipe paulista teve duas boas chances de abrir o placar. Primeiro com Vagner Love. O atacante ficou na cara de Jordi, mas parou no goleiro do Vasco, que fez bela defesa. Depois, foi a vez de Elias. O volante recebeu na entrada da área, depois de bela triangulação ofensiva, mas finalizou por cima do gol vascaíno.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Com o passar do tempo, o Gigante da Colina conseguiu acertar a marcação. Herrera e Riascos tentavam puxar o contra-ataque, mas não eram muito efetivos. Com uma forte disciplina tática, os visitantes dificultaram muito a vida dos paulistas e o duelo foi para o intervalo sem gols.

O Corinthians voltou com duas modificações para o segundo tempo. Luciano e Edilson entraram nas vagas de Vagner Love e de Fagner. Os dois suplentes não chegaram a ser decisivos no lance, mas com um minuto em campo, o Timão abriu o placar. Elias arrancou com a bola e sobrou para Renato Augusto, que finalizou sem chances de defesa para Jordi.

Paulistas têm sido pedra no sapato do VascoPaulo Fernandes/Vasco.com.br

Atrás do placar, o Vasco passou a se lançar um pouco mais para o ataque. Riascos recebeu dentro da área, passou por Walter, mas perdeu o ângulo, o colombiano tentou o cruzamento, mas não pegou bem na bola que acabou sendo cabeceada por Serginho, por cima da meta corintiana. O Vasco quase chegou com perigo, logo depois. Christiano foi no fundo e cruzou, a zaga do Corinthians falhou e por pouco Riascos não desviou para o gol.

Aos 13 minutos, o Corinthians respondeu. Uendel e Luciano fizeram bela tabela pela esquerda e o lateral-esquerdo chutou, o goleiro vascaíno fez boa defesa, evitanto o segundo gol da equipe paulista. Logo depois, o Timão conseguiu ampliar. Após cobrança de escanteio, Gil cabeceou para a área, a zaga do Vasco afastou e a bola sobrou para o próprio defensor, que encobriu Jordi, fazendo um belo gol.

Mesmo atrás do placar e desorganizado defensivamente, o Vasco seguia na luta. Thalles, que entrou no lugar de Andrezinho aos 17 minutos da segunda etapa, recebeu em boas condições dentro da área, mas finalizou mal para boa defesa de Walter, perdendo, desta maneira, uma grande oportunidade de gol para os visitantes. 

Só que o Corinthians parecia que poderia fazer mais um gol quando quisesse e assim o fez. Em belo troca de passes dos jogadores do clube paulistas, Elias surgiu dentro da área para finalizar bem, sem chances de defesa para o goleiro Jordi.

Os últimos minutos foram bem semelhantes ao que foi o segundo tempo. O Vasco lutava muito, mas sem organização tática oferecia ainda mais campo ao Corinthians. O Timão teve chances de ampliar ainda mais o placar, mas por falta de capricho, o resultado seguiu sem mais nenhuma modificação no Itaquerão.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia