Com festa da torcida na chegada, Vasco se sente em casa no Espírito Santo

Em seu primeiro jogo pelo Carioca fora do estado do Rio, time pega Boavista com casa cheia em Cariacica

Por edsel.britto

Rio - Pela primeira vez na história do Campeonato Carioca, o Vasco vai jogar fora do Rio. Sorte dos torcedores do Espírito Santo, que terão o privilégio de assistir ao clube do coração e serão os responsáveis pelo melhor público do clube em 2016. Palco escolhido pelo Boavista, adversário da partida de hoje às 16h, o Estádio Kleber Andrade terá casa cheia, com mais de 15 mil ingressos vendidos.

Até agora, o melhor público vascaíno foi no clássico com o Flamengo, com mais de 14 mil pessoas, em São Januário. O número já foi superado para a partida de hoje e o Vasco sabe que estará em casa na cidade de Cariacica.

“É um jogo importante, em um estado onde há muito torcedor do Vasco. Esperamos estádio lotado para conquistarmos a vitória”, disse Madson, durante a semana. Ajuda no bom público a saudade dos vascaínos que moram no estado. Afinal, a última vez que viram o Vasco jogar foi em 2010, em um amistoso de pré-temporada com a Desportiva. Depois de tanto tempo, não é de se espantar os mais de cem torcedores que foram recepcionar a delegação, ontem, no aeroporto.

Nenê foi um dos jogadores que deu atenção aos torcedores após o treino de sexta-feiraCarlos Gregório Jr / Vasco.com.br / Divulgação

Capixaba, Luan foi um dos mais assediados, assim como Nenê. Muitos outros também foram ao estádio para assistir ao último treino do time. O Vasco, inclusive, mudou a programação para treinar à tarde no Kleber Andrade.

“Tenho certeza de que o estádio estará lotado, é uma oportunidade de o torcedor capixaba ver o Vasco. Isso é bacana”, disse Marcelo Mattos. Nem mesmo o fato de terem que viajar incomodou os jogadores. A partida, no Espírito Santo, só foi possível porque o presidente Eurico Miranda mudou de ideia e aceitou jogar fora do Rio neste Carioca, uma forma de arrecadar mais dinheiro.

“É muito perto, só 45 minutos de voo. Vamos ficar num hotel bom, jogar num campo bom e em um estádio novo. Não é problema (jogar no Espírito Santo)”, avaliou Luan. Para o jogo, Jorginho repetirá a escalação que venceu o Bangu por 2 a 0. Riascos e Eder Luis ficaram no Rio e serão preparados para o clássico contra o Botafogo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia