Ibovespa opera volátil após melhora da indústria

Investidores avaliam o debate presidencial de segunda-feira e aguardam a divulgação de novas pesquisas eleitorais. Dólar subia, cotado a R$ 2,25

Por parroyo

A volatilidade predomina na sessão desta terça-feira na bolsa brasileira, com os investidores à espera de novas pesquisas eleitorais. Por volta das 13h, o Ibovespa subia 0,56%, aos 61.484 pontos.

A partir desta quarta-feira, os institutos Datafolha e Ibope podem divulgar novos levantamentos eleitorais. “Repercute ainda no mercado o debate de ontem entre presidenciáveis no SBT. Aécio Neves (PSDB) parece ter ficado à margem das discussões”, avaliou a Guide Investimentos, em nota. Marina Silva (PSB), por sua vez, vai dar uma entrevista hoje, às 16h, à Agência Estado.

Na agenda macroeconômica, após cinco meses de queda, a produção industrial do Brasil mostrou avanço de 0,7% em julho, acima da expectativa dos analistas. “A recuperação é pequena e insuficiente para compensar a queda de 3,5% acumulada entre fevereiro e junho. A indústria acumula retração de 1,2% em 12 meses e de 2,8% no ano”, apontou a Rosenberg Associados, em nota.

À frente dos ganhos, CSN ON subia 3,73%. Na outra ponta, BM&FBovespa ON tinha queda de 2,57%. Entre as estatais, Petrobras PN caía de 0,38%; Eletrobras ON perdia 2,44% e Banco do Brasil ON tinha alta de 1,81%.

Nos Estados Unidos, as bolsas operam em direções opostas. Na agenda, a indústria de transformação avançou em agosto no ritmo mais rápido dos últimos três anos, o que compensou a preocupação com o fraco desempenho da produção na Europa e na China. No entanto, os índices subiram forte em agosto e o mercado toma fôlego para um novo rali.

Por volta das 13h, o Dow Jones caía 0,21%, o S&P tinha queda de 0,07% e o Nasdaq avançava 0,21%.

No mercado de câmbio, o dólar subia 0,33%, cotado a R$ 2,252 na venda.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia