Por parroyo

As investigações de corrupção na Petrobras espalham cautela pelo mercado, que aguarda ainda a definição da nova equipe econômica da presidenta Dilma Rousseff. O cenário alimenta a volatilidade da bolsa brasileira. O Ibovespa abriu em alta, chegou subir 0,84% na máxima do dia, virou para o campo negativo e, por volta das 13h, operava perto da estabilidade, com leve avanço de 0,26%, aos 51.389 pontos.

As investigações de corrupção na Petrobras estão no radar dos investidores, que não reagiram bem à teleconferência da véspera na qual a presidenta da estatal, Graça Foster, falou com analistas. Além de sinalizar que a petroleira não vai conseguir cumprir a meta de aumento da produção em 7,5% este ano, a proposta da criação da diretoria de governança só aumentou as incertezas quanto à capacidade de organização da companhia.

“É preciso reestabelecer confiança. A Fitch declarou que a qualidade de crédito da empresa pode piorar, caso as investigações levem a multas e a perdas de ativos, assim como a possibilidade de redução da capacidade da empresa de negociar com fornecedores”, apontou a Guide Investimentos, em nota. As ações preferenciais da petrolífera (PETR4) recuavam 0,63%, cotadas a R$ 12,52.

À frente das perdas, Eletrobras PNB desvalorizava 4,38% após a empresa pública triplicar o prejuízo no terceiro trimestre, que atingiu R$ 2,7 bilhões. Analistas apontam para a possibilidade de a companhia não conseguir arcar com pagamento dos dividendos. Na ponta positiva, BR Malls subia 2,99%.

O Ibovespa era pressionado ainda pelos papéis das siderúrgicas e mineradoras, uma vez que o preço do minério de ferro no mercado da China caiu para o menor patamar em mais de cinco anos – US$ 72 – ao acompanhar o declínio do valor dos imóveis no país. Vale PN tinha queda de 2,89% e CSN ON perdia 2,46%.

Nos Estados Unidos, os principais índices de Wall Street operavam no azul. Por volta das 13h, o Dow Jones subia 0,225, o S&P avançava 0,27% e o Nasdaq tinha alta de 0,49%.

No mercado de câmbio, o dólar recuava 0,11%, cotado a R$ 2,598 na venda.

Você pode gostar