Bancos pesam e Ibovespa opera estável

Ação da Petrobras sobe mais de 5% e impede queda do índice. Banqueiros podem ter que pagar taxa maior de contribuição social sobre o lucro líquido

Por parroyo

O Ibovespa opera volátil nesta quinta-feira e, por volta das 13h, apresentava estabilidade. Pesam ainda sobre o índice as ações dos bancos, que reagem à notícia de que o governo avalia elevar a Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) de 15% para 20%. Itaú PN desvalorizava 1,92% e Bradesco PN caía 2,12%.

As ações da Petrobras (PETR3) lideram a ponta positiva com avanço de 5,26%. Ontem a petroleira informou que pretende vender combustíveis a preços de mercado. As ações da Vale (VALE3) também avançam 2,57%. Na ponta negativa, Rumo ON recuava 5,43%. 

Na agenda, a Pesquisa Mensal de Emprego, do IBGE, apontou avanço da taxa de desemprego, que subiu de 6,2% para 6,4% na passagem de março para abril – a maior taxa desde 2011.

Nos Estados Unidos, as bolsas operam em alta como reflexo da posição do Federal Reserve em sinalizar não ter pressa para subir a taxa de juros. Por volta das 13h, o Dow Jones subia 0,07%.

No mercado de câmbio, o dólar subia 1,02%, cotado em R$ 3,03 na venda.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia