Conheça os nove candidatos a prefeito de Rio das Ostras

Saiba quem é quem na disputa ao maior cargo do executivo nas eleições 2020

Por Ana Clara Menezes

O município possui mais de 51 mil domicílios e uma área territorial de  229,044 km2
O município possui mais de 51 mil domicílios e uma área territorial de  229,044 km2 -
Rio das Ostras - Com cerca de 85 mil eleitores e mais de 155 mil habitantes, Rio das Ostras tem 9 (nove) candidatos na disputa pelo maior cargo da administração pública, em 2020.
Segundo estimativas populacionais do IBGE, divulgadas no dia 27 de agosto de 2020, Rio das Ostras foi a segunda cidade que mais cresceu, no Estado do Rio de Janeiro, com taxa de crescimento de 3%, entre 2019 e 2020, ficando atrás somente de Cabo Frio (com 4,78% de crescimento). O município possui mais de 51 mil domicílios e uma área territorial de  229,044 km2. 
Como as caminhadas, passeatas, passeio ciclístico, motociclísticos, e qualquer atividade eleitoral que envolve aglomerações de pessoas, estão suspensas, devido a pandemia da Covid-19, os candidatos estão com as campanhas mais tímidas que o habitual. Focando na publicidade via internet, por sites e redes sociais.
Quem assumir a responsabilidade de ser prefeito(a) de Rio das Ostras, assim como nas demais cidades, enfrentará muitos desafios provocados pelo novo coronavírus, que além de ser uma grave crise sanitária, intensificou a crise econômica nacional, que já havia atingido o município com a queda da arrecadação dos royalties e da participação especial pela exploração de petróleo, uma das suas principais receitas.
Um dos principais desafios para o período 2021-2024 é reaquecer a economia e retomar o desenvolvimento, sem perder de vista o compromisso com as pessoas.
Empregabilidade – Dar continuidade a reformulação da Zona Especial de Negócios (ZEN), atraindo novas empresas para se instalar na área, é fundamental. Outra forma de atuação do governo será buscar a geração de oportunidades, não somente a da economia tradicional, mas as transformadoras, criando ambiente de negócios inovadores, favoráveis às micro e pequenas empresas.

Investir energia na busca de parcerias com o Estado e o Governo Federal para implantar uma unidade de ensino técnico-profissional, com o objetivo de criar alternativas futuras para o desenvolvimento econômico do Município, e a transformação profissional e social da população, é outra necessidade.

Turismo – Pilar importante da economia de Rio das Ostras. O segmento do turismo foi um dos mais afetados com a pandemia, e está num processo de retomada lento e cauteloso. Por isso, é preciso trabalhar a retomada da atividade turística pós-pandemia, com a colaboração do Conselho Municipal de Turismo, e em parceria com as associações e entidades do setor.

Saúde – Ampliar o atendimento na Rede de Saúde Básica e os Programas de Saúde, é, segundo a população de Rio das Ostras, a maior urgência. A gestão deverá buscar excelência no atendimento de todos os cidadãos, desde o nascimento, com a implantação de uma maternidade municipal, até a Terceira Idade, com a ampliação dos atendimentos das medicinas preventiva e curativo, além de serviços para garantir a qualidade de vida e o bem-estar. Humanizando a prestação de serviços; trazendo serviços especializados de grande relevância como o de Hemodiálise e um Centro Transfusional; e aumentando leitos e equipando as unidades de pronto-atendimento e atendimento de média e alta complexidade.

Para que o leitor os conheça um pouco melhor e escolha a opção que mais atenda às suas expectativas de gestão pública, o O DIA publica aqui o perfil de cada um dos nove postulantes ao cargo maior do Executivo riostrense (em ordem alfabética). O volume de informações sobre cada candidato varia conforme seu currículo, atuação pública e materiais enviados até o fechamento desta edição.
Ana Paula Siqueira é militante da educação pública, sindicalizada e convencida de que o caminho para uma sociedade mais justa passa pela educação pública de qualidade - Arquivo Pessoal
Ana Paula (PSOL): Ana Paula Lopes Siqueira, tem 40 anos, casada, é engenheira e doutora em Ciências Naturais pela UENF, é professora do IFF há 13 anos e do pré vestibular popular Praxis. Foi diretora de ensino do IFF por 4 anos. Feminista, antirracista e ecossocialista, é militante da educação pública, sindicalizada e convencida de que o caminho para uma sociedade mais justa passa pela educação pública de qualidade. Pretende recuperar a empregabilidade e valorização do trabalho na cidade. E afirma ser a representatividade feminina na política da região.
Coronel Pessanha, já foi comandante do 32° Batalhão e paraquedista de 1972 - Divulgação


Coronel Pessanha (PMB): Alvaro Henrique Pessanha (65), conhecido como Coronel Pessanha, é casado, formado em Educação Física e reformado da PMERJ. Foi comandante do 32° Batalhão e paraquedista de 1972. Há 6 anos trabalha com serviços sociais. O candidato afirma defender o direito do cidadão, banir a violência contra a mulher e ter um governo com transparência.
Dr. Fabio afirmou que, como prefeito, tomará uma série de medidas emergenciais, nos cem primeiros dias de governo - Divulgação


Dr. Fabio Simões (PL): Fabio Alexandre Simões Leite (40), casado com Ariane Simões, com quem tem um casal de filhos, é médico e vereador no município. Oposição ao atual prefeito, sinalizou que vai priorizar a Saúde e a Segurança. Caso seja eleito, pretende implantar uma série de medidas emergenciais nos cem primeiros dias de governo, com o objetivo de reparar os danos causados pela pandemia.

Leandro Almeida é o atual vice-prefeito e afirma que, caso seja eleito, pretende transformar realidades com uma gestão de excelência e transparência - Divulgação
Leandro Almeida (PSL): Leandro Ribeiro de Almeida (38), nascido e criado em Rio das Ostras. É casado com Ana Paula (34), tem 2 filhos (Giovanna de 12 anos e Gabriel de 4 anos). Técnico de automação, comerciante e hoje é o atual vice-prefeito. Pretende transformar realidades através da gestão de excelência e da transparência, oferecendo um ambiente preparado para a geração de riqueza. E criar uma cidade funcional, capaz de dar oportunidades aos que nasceram e aos que escolheram viver em Rio das Ostras. Seu objetivo é agir no presente e pensar o futuro, deixando às próximas gerações o conhecimento e a concepção sustentável, democrática e segura.
Marcelino da Farmácia, atual prefeito de Rio das Ostras, concorreu a eleição suplementar em 2018, depois da cassação do ex-prefeito Carlos Augusto - Divulgação
Marcelino da Farmácia (PV): Marcelino Carlos Dias Borba, mas conhecido como Marcelino da Farmácia, tem 51 anos, pai de dois filhos, frutos do casamento de 27 anos com Adriana Borba. Farmacêutico formado pela Unigranrio (2006) e pós-graduado em Análises Clínicas pela Faculdade de Medicina de Campos (2010). Marcelino disputou sua primeira eleição em 2012 e assumiu seu primeiro mandato como vereador de Rio das Ostras. Foi reeleito em 2016, com mais de 2500 votos. Assumiu a Secretaria Municipal de Saúde por 10 meses em 2017. Concorreu às eleições suplementares em 2018, e teve uma votação histórica, sendo 24.179 votos, mais do que a soma de todos os outros candidatos. Hoje é o atual prefeito de Rio das Ostras. Suas principais bandeiras são, o trabalho contra a corrupção e o cumprimento de um mandato coletivo e participativo, priorizando o cuidado com a cidade.
Schleder enfatizou que a meta principal da sua gestão, caso seja eleito, é incluir e potencializar a inteligência organizacional já existente no município - Divulgação
Paulo Schleder (PSB): Paulo Leandro Schleder de Souza, tem 53 anos e nasceu no Rio Grande do Sul. Foi aluno de escola pública e ativo no movimento estudantil, onde iniciou sua atuação política. É formado em Comunicação Social pela PUCRS e pós-graduado em Gestão Institucional, com ênfase em inteligência organizacional, direito e segurança. Servidor público há 30 anos, alcançou o topo da carreira, em 2012, assumindo cargo na Coordenação do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª região. Paulo foi líder secundarista nas históricas passeatas das “Diretas Já!”, pela volta à democracia, na década de 80. Também foi diretor do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal por três gestões consecutivas. Após essa experiência, criou a uma agência especializada em comunicação sindical, que se estendeu para o segmento comercial, industrial e turístico de Gramado. Em Rio das Ostras, fundou e preside a Associação dos Moradores do bairro Serramar e está como diretor executivo no Conselho do Orçamento Participativo. Paulo defende que o amplo respeito ao contribuinte, para a cidade fortalecer o desenvolvimento econômico.
Poggian afirma querer ser político, por acreditar que pode contribuir com o desenvolvimento de Rio das Ostras - Arquivo Pessoal


Poggian (PTC): Flávio da Silva Poggian (48), é casado e tem três filho. É contador e administrador há 26 anos, já teve algumas passagens pela administração pública de Rio das Ostras, e foi subsecretário de planejamento em Casimiro de Abreu. Atualmente está afastado da presidência da Associação Comercial e Industrial de Rio das Ostras (Aciro) para disputar as eleições. Uma de suas bandeiras é a representatividade feminina no campo da política, por isso escolheu como vice, uma mulher. Poggian afirma querer ser político, por acreditar que pode contribuir com o desenvolvimento de Rio das Ostras e construir um lugar onde todos sejam bem atendidos na Saúde, que nunca falte alimentos na mesa do trabalhador e que as crianças não precisem pisar na lama ao saírem de casa para estudar. Outro compromisso, caso seja eleito, é regularizar o abastecimento de água em todo o município e fortalecer segurança pública.
O candidato a prefeito, Gilberto Zanetti (PDT), é doutor em botânica, professor universitário e mora há mais de 10 anos em Rio das Ostras - Arquivo Pessoal


Professor Gilberto (PDT): Gilberto Dolejal Zanetti, tem 54 anos, é biólogo, doutor em botânica (plantas medicinais) e professor universitário. Tem experiência em Administração Pública e afirma ser uma pessoa democrática, que cultiva a simplicidade na vida e nos movimentos populares como alavanca de uma sociedade. Tem união estável, mora há mais de 10 anos em Rio das Ostras. Sua prioridade é a Gestão com Transparência e voltada à Educação de qualidade, com mais creches e com uma passagem estudantil na cidade. Também deseja melhorias consistentes na Saúde e Saneamento e Empregabilidade forte no município e que o cidadão riostrense seja mais participativo nos movimentos sociais.
Um dos projetos do Professor Luizinho é a criação da moeda social, que terá circulação somente dentro do município, a exemplo do que foi feito em Maricá - Divulgação/Weverthon Manhaes
Professor Luizinho (PT): Luiz Henrique Gomes Alves, tem 47 anos, casado, formado em Educação Física pela UFRRJ, é professor concursado de Rio das Ostras e de Macaé. É também segundo tenente da reserva do Exército. Participou da fundação do Sindicato dos Servidores Municipais de Rio das Ostras, o Sindserv, do qual foi coordenador geral de 2003 a 2005. Foi coordenador geral do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação - SEPE Rio das Ostras - Casimiro de Abreu, de 2005 a 2010. E também atuou na secretaria de Ciência e Tecnologia, como Diretor do Centro Municipal de Qualificação Profissional e coordenador de estágios, de 2013 a 2016. O professor declara que, a cidade precisa pensar em seus moradores, sem abrir mão do Turismo. E lutará para implementar a moeda social que terá circulação somente no município, a exemplo do que foi feito em Maricá, além de defender a justa participação nos royalties, pela extração de petróleo na cidade.

Galeria de Fotos

O município possui mais de 51 mil domicílios e uma área territorial de  229,044 km2 Divulgação
Poggian afirma querer ser político, por acreditar que pode contribuir com o desenvolvimento de Rio das Ostras Arquivo Pessoal
O candidato a prefeito, Gilberto Zanetti (PDT), é doutor em botânica, professor universitário e mora há mais de 10 anos em Rio das Ostras Arquivo Pessoal
Um dos projetos do Professor Luizinho é a criação da moeda social, que terá circulação somente dentro do município, a exemplo do que foi feito em Maricá Divulgação/Weverthon Manhaes
Ana Paula Siqueira é militante da educação pública, sindicalizada e convencida de que o caminho para uma sociedade mais justa passa pela educação pública de qualidade Arquivo Pessoal
Leandro Almeida é o atual vice-prefeito e afirma que, caso seja eleito, pretende transformar realidades com uma gestão de excelência e transparência Divulgação
Dr. Fabio afirmou que, como prefeito, tomará uma série de medidas emergenciais, nos cem primeiros dias de governo Divulgação
Schleder enfatizou que a meta principal da sua gestão, caso seja eleito, é incluir e potencializar a inteligência organizacional já existente no município Divulgação
Coronel Pessanha, já foi comandante do 32° Batalhão e paraquedista de 1972 Divulgação
Marcelino da Farmácia, atual prefeito de Rio das Ostras, concorreu a eleição suplementar em 2018, depois da cassação do ex-prefeito Carlos Augusto Divulgação