Jovem de 17 anos morre eletrocutado com fio de alta tensão em Saquarema, Rj

Enel Rio diz estar dando todo suporte à família e a mãe do rapaz nega

Por O Dia

Marlon morre eletrocutado aos 17 anos por fio de alta tensão
Marlon morre eletrocutado aos 17 anos por fio de alta tensão -
Saquarema - Na noite desta quinta-feira (16), um rapaz de 17 anos morreu eletrocutado, no momento em que foi atingido por um fio de alta tensão, na Rua Theodomiro Amorim, no bairro de São Geraldo, no 2º Distrito de Saquarema.

Galeria de Fotos

Fio de alta tensão mata menino de 17 anos PM
Fio de alta tensão mata menino de 17 anos PM
Fio de alta tensão mata menino de 17 anos PM
Fio de alta tensão mata menino de 17 anos PM
Fio de alta tensão mata menino de 17 anos PM
Fio de alta tensão mata menino de 17 anos PM


Segundo testemunhas, o rapaz saiu do carro, que havia sido estacionado próximo ao fio solto, sem notá-lo. Marlon encostou na corrente de alta tensão, sendo jogado de volta para dentro do veículo e morreu na hora.

Moradores disseram que o fio estava pendurado há mais de uma semana no local.
“Ligaram para a Enel solicitando o conserto e não foram lá, só foram ontem à noite depois que eu liguei e relatei o ocorrido.” - desabafou a moradora que não quis se identificar.
A Polícia Militar informou que o pedido de socorro foi feito e a equipe da COMPDEC foi ao local apenas no intuito de evitar novos acidentes.

A redação do jornal O Dia entrou em contato com a assessoria de imprensa da Enel Rio que emitiu a seguinte nota: "A Enel Distribuição Rio lamenta profundamente o acidente que causou o óbito de um adolescente ontem (16/07) na cidade de Saquarema. A empresa esclarece que está em contato com os familiares da vítima para oferecer o apoio necessário. A companhia está apurando as circunstâncias do ocorrido."
Segundo a mãe do jovem Marlon, Marileine Oliveira, A Enel Rio ligou apenas para saber do estado de saúde do rapaz. "Eles ligaram para saber do estado de saúde do Marlon e eu que disse a eles que ele estava morto. A Enel largou o fio na rua mais de uma semana, foi negligência! Isso não vai ficar assim. É tudo mentira, a Enel não está dando suporte nenhum. Quantas crianças mais terão que morrer para que eles tomem as devidas providências em casos como esse? Marlon era um menino lindo e saudável!"

Comentários