Móveis retráteis  - Divulgação
Móveis retráteis Divulgação
Por Marina Cardoso

Morar em um apartamento pequeno pode necessitar um esforço de criatividade para organizar tudo um curto espaço. Para ajudar nessa tarefa de decorar o local, designers de interiores e arquitetos sugerem a utilização de móveis retráteis. Esse tipo de mobília planejada tem se tornado tendência para residências compactas ou para novos formatos, como lofts e estúdios.

Ao adquirir um imóvel pequeno, o comprador deve ficar atento para entender a dinâmica do espaço físico da casa. A contratação de um arquiteto ou de um design de interiores pode ser uma opção para que juntos possam planejar como a residência irá atender a rotina do morador.

"Tem crescido, cada vez mais, o número de imóveis com metragens compactas nas metrópoles. Para isso, é importante o uso de móveis planejados desenhados por arquitetos e designers de interiores, para fazer um bom aproveitamento de cada centímetro quadrado do imóvel, além de uma boa organização e planejamento do espaço", explica Daniel Szego, sócio da SZK Arquitetura.

A arquiteta Patricia Cillo explica que a palavra-chave para apartamentos pequenos é a multifuncionalidade. "A pessoa deve se preocupar com espaços adaptados ao local. Por isso, digo que a multifuncionalidade em projetos como esse é ideal. Não adianta comprar um sofá bonito, mas que não se adapte ao espaço da residência. Tudo preciso ser desenhado e elaborado por profissionais".

Apesar de existir no mercado modelos de móveis inteligentes para esse tipo de espaço, os especialistas orientam que os moradores desenvolvam projetos com lojas de marcenarias, para criar mobília sob medida, aumentando ainda mais o aproveitamento do espaço.

"O grande diferencial é fazer o truque de marcenaria. Existem móveis de decoração planejados, como camas que saem da parede, mesas que desmontam, baús que se transformam em colchões, mesas de jantar que o assento vira baú, embaixo da cama pode ter gavetas, entre outros. Apesar de ter no mercado produtos desse tipo, é muito difícil achar algo pronto que seja adequado para o ambiente, pois cada imóvel vai apresentar uma demanda diferente", explica a design de interiores Adriana Fontana.

Especialistas orientam a utilização de cores claras para criar a sensação de amplitude do espaço, e investimento em layouts abertos ou aplicação de vidros, para que a luz se propague com maior facilidade e traga a sensação de bem estar com a luz natural.

 

Você pode gostar
Comentários