Especialistas dão dicas para investir em decoração rústica  - Divulgação
Especialistas dão dicas para investir em decoração rústica Divulgação
Por Marina Cardoso

RIO - O estilo rústico sempre fez a cabeça de muitos moradores na hora de escolher a decoração do imóvel. Conjuga conforto e aconchego durante o período das estações mais frias. Para quem tem dúvidas de como decorar o ambiente, especialistas dão dicas preciosas e ainda explicam que é possível mesclar o visual com peças modernas.

Os especialistas sugerem que os moradores busquem referências presentes na arquitetura brasileira caipira, com toques simples e sem excessos. Na maioria dos projetos com esse design, a sala é integrada à cozinha. E o forro de gesso é descartado. No lugar dele, lajes de concreto aparente, pergolados de madeira e até mesmo forros de taquara de bambu podem ganhar destaque.

"Pensando em portas e janelas, o design pode ser feito com batentes de madeira retos e sem guarnição. Da mesma forma, o rodapé mais adequado é aquele invertido ou ausente. Todos os elementos devem priorizar a simplicidade e as linhas retas", explica a arquiteta Carmem Avila.

Para esse clima mais rústico, as cerâmicas com a coloração sem acabamento podem ser utilizadas, assim como o uso de metais com aspecto antigo. O morador também pode priorizar material reciclado, como portas de demolição. Além disso, a madeira pode estar presente nas janelas, mesas e cadeiras, todas de linha reta e sem ornamentação.

Para locais rústicos, moradores podem procurar referências na arquitetura brasileira caipira, com toques simples e sem excessos - Divulgação

"No que diz respeito ao revestimento de paredes, recomendo um acabamento mais rústico, em vez de massa corrida. A indicação é deixar de lado as tintas brilhantes e optar por tintas rústicas ou mesmo pela aplicação de cal", explica a arquiteta Ieda Korman, da Korman Arquitetos.

Pensando nisso, o morador pode optar por investir em tons terrosos, tipo tijolo, e o amarelo, que são cores que remetem ao clima de fazenda. "Branco com azul era uma mistura bastante característica nas casas de estilo colonial", complementa Ieda.

Para pensar nos itens de uma decoração rústica, o morador pode utilizar, por exemplo, tecidos de almofadas e toalhas de mesa com texturas florais e vibrantes, que remetem ao tecido de chita. "As colchas de cama e cortinas podem apresentar trabalhos artesanais, crochês e bordados", explica a arquiteta Carmem.

Segundo Ieda, a recomendação é mesclar o estilo rústico com itens modernos. "O morador pode combinar um sofá mais antigo com um moderno, peças de família, obras de arte misturadas com o rústico, entre outros. Prevalece a questão sensorial, na qual é importante sentir o ambiente para saber o que combina", explica ela.

No que diz respeito ao mobiliário, a especialista orienta o uso de móveis de toras de madeira, que mesclam clima interiorano e modernidade. Optando por esse mobiliário escuro, é importante investir em tapetes mais claros, por exemplo.

Você pode gostar
Comentários