Especialistas dão dicas de iluminação para casa

Projeto deve levar em consideração localização e tipos de luz. Saiba como planejar corretamente e ter um ambiente adequado

Por Marina Cardoso

Harmonia entre decoração e iluminação
Harmonia entre decoração e iluminação -

Uma boa iluminação faz toda a diferença na decoração da casa. E não basta somente colocar a lâmpada no bocal e apertar o interruptor. Um bom planejamento deve levar em conta harmonização e funcionalidade. Localização, tipo de luz, escolha de peças... Entenda o que você precisa saber para não errar.

Na hora de fazer escolhas, a regra número um é bem clara, embora nem todo mundo a leve em consideração: cada cômodo requer uma iluminação diferente. Em ambientes mais relaxantes, por exemplo, o morador deve utilizar lâmpadas indiretas. Elas podem ficar inseridas dentro de sancas de gesso. Outra alternativa é o uso de luminárias com foco indireto.

"Mas, nos espaços em que seja necessária mais atenção, devemos fazer uso de luz mais direta e de lâmpadas com foco mais intenso", afirma o arquiteto Felipe Luciano, do Estudio FCK. Ele esclarece ainda que, em locais de trabalho, o ideal é a instalação de lâmpadas brancas (no box ao lado, as opções para cada cômodo).

Outra regra: um projeto bem elaborado pode ser determinante para o morador não cometer erros que são frequentes no universo do 'faça você mesmo'. "Com um bom planejamento, o morador não corre o risco de colocar pontos de luz em excesso ou ficar com o ambiente pouco iluminado. Além disso, sempre haverá peças e tipos de luz (quente ou fria) indicados para cada ambiente, necessidade e gosto do morador", explica Rosane Oliveira, especialista em iluminação. 

Trilhos e pendentes

Uma tendência entre decoradores é o uso de trilhos. Trata-se de uma alternativa para quem quer apostar em uma escolha mais moderna. "Quando não temos a possibilidade de rebaixar forro de gesso no ambiente, a gente aconselha a utilização de trilhos com lâmpadas. O estilo industrial está em alta", explica Luciano.

Há, no entanto, quem prefira lançar mão de pendentes. "A peça está em alta e é importante em diversos aspectos. Dependendo da necessidade do ambiente, pode ser apenas para decoração ou servir como iluminação geral ou iluminação para trabalho, por exemplo", afirma Rosane.

Conheça as dicas de especialistas para cada cômodo da residência

SALA DE ESTAR E TV

Para esses cômodos, é aconselhável iluminação mais indireta, com uma 'cor' de luz mais puxada para o amarelo do que para o branco. Dessa forma, o tipo de material escolhido não vai atrapalhar a visão e também não vai refletir na televisão. "As mais usuais são as Par20 e Par30, que podem ser usadas para uma iluminação mais geral, e a dicróica, usada para uma iluminação mais direcionada e focal", explica Luciano.

Banheiro 

No banheiro, a iluminação precisa ser mais intensa e funcional, não permitindo muitas variações nas tonalidades dos objetos, tendo em vista que será um ambiente em que os moradores irão fazer maquiagem, barbear o rosto, etc. O ideal nesse cômodo é investir em lâmpadas fluorescentes brancas, pois isso vai clarear todo o ambiente por completo. As características indicadas para o banheiro também valem para a cozinha, pois é outro local onde a demanda de iluminação mais forte é necessária. 

Quarto 

O quarto necessita de uma atmosfera mais aconchegante e conforto. Os especialistas indicam o uso de uma iluminação mais suave e que, de preferência, possa ser regulada. Para esse ambiente, a luz quente, mais amarelada, pode proporcionar um espaço mais relaxante e agradável. 

Galeria de Fotos

Harmonia entre decoração e iluminação Divulgação
Lâmpadas fluorescentes brancas têm boa funcionalidade no banheiro Divulgação
Harmonia entre decoração e iluminação Divulgação
Pendente virou tendência no mercado (foto ao lado). No banheiro, planejamento de decoração também segue algumas regrinhas (foto abaixo) Divulgação

Comentários

Últimas de Imóveis e Casa