Alternativas para minimizar o calor durante o verão na decoração de casa

Morador deve escolher tons mais claros e neutros, pisos frios e cortinais especiais como telas solares para deixar a casa mais arejada

Por Marina Cardoso

 Dicas para uma casa preparada para o verão
Dicas para uma casa preparada para o verão -

Rio - A estação mais quente do ano está se aproximando. Nesse período, os moradores tendem a consumir muita luz por conta do uso excessivo do ar-condicionado. Mas o que eles não sabem é que com pequenos ajustes e mudanças no lar é possível mudar a sensação e refletir em um espaço arejado.

Em meio a esse cenário, especialistas dão dicas que podem contribuir para refrescar a casa. As orientações começam até mesmo pelas cores usadas nos ambientes. O morador deve escolher tons mais claros e neutros, tecidos leves, pisos frios e cortinais especiais como telas solares para deixar a casa mais arejada. "Para os pisos frios, temos algumas opções bacanas como mármore ou porcelanatos, que são materiais fáceis de limpar, resistentes e absorvem menos calor. Uma decoração mais limpa, sem excessos", explica a arquiteta Paula Passos.

Janelas fechadas

De acordo com a especialista, as persianas rolos em tela solar (tecido térmico que ajuda a filtrar raios ultravioletas) são uma boa opção para reduzir o calor do ambiente. Também são de fácil limpeza e manutenção. Outra dica é manter as janelas que recebem maior incidência de sol fechadas durante o dia. Dessa forma, diminui a insolação direta no ambiente. Também é possível investir na instalação de toldos retráteis, se o local permitir e for seguro.

Segundo a arquiteta Patricia Cillo, o morador deve evitar nessa estação mantas e tecidos peludos e sintéticos. Em troca, pode optar por tecidos mais leves para evitar que esquente tanto o espaço. "A mesma recomendação vale para o tapete. No verão, o ideal é guardar os tapetes. Mas, caso não queira deixar a casa sem tapete, escolha um de fibra que é mais leve e a cara do verão", orienta.

Invista em lâmpadas LED

Na iluminação, os moradores devem deixar de lado as lâmpadas halógenas ou incandescentes que emanam mais calor e substituí-las pelas LED. Outra alternativa é usar uma iluminação indireta, com lâmpadas fluorescentes. "Caso o morador não queira mexer em forros ou luminárias de teto, ele pode deixar essas lâmpadas que esquentam para o inverno e acrescentar luminárias de coluna no piso ligadas em tomadas para substituir com luz indireta com lâmpadas LED", afirma a arquiteta Paula Passos.

O morador ainda pode investir em jardins verticais ou plantas dentro da residência, pois são opções que ajudam a refrescar o espaço. As plantas ajudam a filtrar o ar e também contribuem no equilíbrio da energia do ambiente.

 

Últimas de Imóveis e Casa