Mais Lidas

Como aproveitar os dias de folga de Carnaval para dar uma reforma na casa

Especialistas dão dicas para os moradores sobre o que é indicado fazer em cinco dias

Por Marina Cardoso

Aula de 'Organização de Espaços Residenciais' oferece técnicas de organização de pertences pessoais
Aula de 'Organização de Espaços Residenciais' oferece técnicas de organização de pertences pessoais -

Rio - Faltam poucos dias para o Carnaval. Porém, muitas pessoas preferem ficar longe da folia e agitação durante este período. Optam por ficar em casa e curtir os dias de folga no conforto do lar. Para quem vai ficar em casa, que tal utilizar o feriado para dar uma geral e dar uma nova cara ao lar? Segundo especialistas, é possível aproveitar para dar uma reforma em poucos dias. 

De acordo com Arlete Roschi, personal organizer, é indicado investir em obras que tenham pouca interferência estrutural do ambiente, como, quebra de parede e retirada de piso. “Tirando essas duas características, o morador pode pintar o ambiente, revestir paredes com papel de parede ou revestimentos de fácil colocação e cobrir o piso atual com revestimento novo”, explica. 

Mas antes de colocar a mão na massa, é preciso fazer um cronograma para que toda a reforma se conclua dentro do prazo estipulado. “Considere que pode ter imprevistos, por isso tenha um valor reserva para o imprevisto e até mesmo considere um tempo a mais”, afirma Arlete.

Móveis

Para dar cara nova ao ambiente, o morador também pode aproveitar os móveis que já tem em casa e assim evitar gastar mais dinheiro. “Repaginar alguns móveis, mudando a cor pode ser uma ótima opção”, afirma a arquiteta Gabriella Aude.

Além disso, o morador também pode apostar em prateleiras, nichos, cestos e caixas organizadoras para guardar diversos itens do lar para dar uma nova cara ao ambiente e organizar os cômodos da casa.

Dicas para ajudar na reforma

- É interessante deixar o ambiente o mais livre possível. Cubra os móveis grandes com lençol ou cobertor e por cima feche com plástico, evitando que eles sejam empoeirados. Já os menores coloque em outro ambiente.

- Caso não vá mexer no piso, é indicado proteger a área com plástico bolha e papel corrugado por cima. 

- Especialistas orientam guardar objetos menores em caixas ou sacos e identifique o que é e em qual ambiente ele pertence. É interessante aproveitar e ver o que pode ser descartado ou doado. Dessa forma, facilita o processo de organização na hora de guardar e o morador vai devolver para os cômodos somente o necessário. 

- Por fim, é recomendável deixar outros ambientes com portas fechadas e pano úmido embaixo da porta para que não entre tanto pó.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários