Apartamento decorado ajuda interessado a comprar o imóvel

Recurso é usado em empreendimentos de todas as faixas de renda

Por O Dia

Apartamento decorado em Nova Iguaçu - minha casa minha vida - Residencial Itália, da CAC Engenharia
Apartamento decorado em Nova Iguaçu - minha casa minha vida - Residencial Itália, da CAC Engenharia -

 Rio - Quem procura um imóvel na planta para chamar de seu, já deve ter visitado apartamentos decorados, recurso que pode ser visto em lançamentos de empreendimentos desde o padrão econômico até o de alto padrão. A estratégia muito usada, por exemplo, por empresas do setor imobiliário visa para atrair a atenção e fazer o pretendente a proprietário a visualizar como será sua futura residência. Os modelos também têm sido utilizados para venda de unidades populares do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida.

Entre as empresas que lançam mão dessa estratégia, a Avanço Realizações Imobiliárias, abriu recentemente o apartamento decorado de dois quartos do Now Smart Residence Lafayette, na Vila da Penha.

“Na época do lançamento, abrimos o estande com o decorado de três quartos e quase todas as unidades foram vendidas. É uma estratégia de sucesso porque é no decorado que o sonho do cliente começa. Ele tem a oportunidade de visualizar os ambientes, as sugestões de decoração e a disposição dos móveis. Agora, estamos com o decorado de dois quartos para comercializar as últimas unidades e o investimento vem dando muito certo”, avalia Sanderson Fernandes, diretor da empresa.

Segundo Fernandes, para a compra destas unidades, a empresa oferece com condições especiais de pagamento, aceitando o carro como parte da negociação (até 90% da tabela Fipe), além de premiar os 18 primeiros compradores com armários nos quartos, banheiros e cozinha.

Os decorados também pode ser encontrados em empreendimentos do programa Minha Casa, Minha Vida. É o caso do Residencial Itália, da CAC Engenharia em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, que tem preços a partir de R$ 178 mil. A documentação fica por conta da empresa.

“A grande vantagem é que o cliente sabe como o imóvel dele poderá ficar. Contratamos arquitetos para nos ajudar a montar a unidade. O valor de investimento do decorado não é barato, mas o retorno em velocidade de vendas é bem satisfatório”, ressalta Bruno Teodoro, gerente comercial da empresa.

Na Riooito, o apartamento decorado é a grande estrela do Cenário da Montanha, que está sendo construído em Itaipava, na Região Serrana do estado, também pelo Minha Casa, Minha Vida. “Acredito que o decorado aumente em 50% a capacidade de efetivação da compra. Defendo muito o apartamento decorado, mesmo ele não tendo um custo barato, porque ajuda na velocidade das vendas e também porque há uma dificuldade de o cliente enxergar o tamanho da planta sem ser em 3D. Tudo que dá subsídios para o cliente como ações de marketing ou de tecnologia ajuda nas vendas. Sem contar que o público do Minha Casa Minha Vida merece todo esse investimento que fazemos”, destaca Mariliza Fontes Pereira, diretora da Riooito.

As unidades do Cenário da Montanha têm valores a partir de R$ 195 mil e o condomínio terá mais de 20 itens de lazer.

Para o presidente da Sawala Imobiliária, Edson Pires, os apartamentos decorados disponíveis nos estandes de vendas antecipam a decisão de compra. Pires comenta ainda que colocar a unidade decorada no empreendimento que está ficando pronto ou que já está pronto e que ainda não foi totalmente vendido é mais uma iniciativa que tem agregado valor.

“Neste caso, a ordem é: o cliente conhece primeiro a estrutura do prédio, depois o lazer e depois entra no decorado. O resultado desta ação é que o interessado fica impactado e começa a imaginar como será morar no empreendimento. O decorado é, sem dúvidas, é uma excelente ferramenta de vendas”, afirma Pires.

 

Galeria de Fotos

Apartamento decorado em Nova Iguaçu - minha casa minha vida - Residencial Itália, da CAC Engenharia Divulgação
Quarto infantil decorado do Now Smart Residence Lafayette, na Vila da Penha. Divulgação
Imóvel decorado do Cenário da Montanha, em Itaipava Divulgação

Comentários