Cuidados necessários para evitar acidentes com aparelho de ar-condicionado

É preciso pensar em uma série de precauções. Entre elas, saber escolher o modelo ideal, potência adequada e a instalação correta

Por Marina Cardoso

ar condicionado manutenção marina
ar condicionado manutenção marina -

Rio - Nos últimos meses, os aparelhos de ar-condicionado ganharam destaque devidos aos acidentes que vêm ocorrendo por conta de curto-circuitos no equipamento. Para evitar problemas dentro de casa, é preciso pensar em uma série de cuidados para não sobrecarregar a rede do lar ou provocar incêndios. Entre eles, saber escolher o modelo ideal, potência adequada e a instalação correta.

“O que a grande maioria da população desconhece é que a má instalação desses aparelhos, sem levar em consideração a relação potência elétrica do imóvel e potência elétrica exigida pelo equipamento, pode gerar sobrecarga na rede”, afirma Sérgio Levin, engenheiro eletricista e membro do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de São Paulo (Ibape/SP).

O superaquecimento pode acontecer por inúmeros motivos. Muitas vezes, o imóvel não foi projetado para comportar cargas compatíveis à necessidade desse perfil de aparelho, principalmente em prédios antigos, com fiação antiga.

“Nesses casos, os cuidados devem ser redobrados, principalmente com o estado dos disjuntores e contatos de conexões elétricas”, afirma o engenheiro David Gurevitz, diretor do Grupo Delphi.

Outro motivo pode ser o alto uso do aparelho em horários de pico, como em prédios residenciais no horário noturno.

“É importante lembrar que acidentes ocorrem quando a instalação elétrica está inadequada. O disjuntor que protege o ar-condicionado deve ser de capacidade correta, e suas conexões limpas, bem apertadas e íntegras, pois ele desarma em caso de sobrecarga ou de curto circuito, evitando incêndios”, explica Gurevitz.

Principais cuidados 

De acordo com o engenheiro Gurevitz, o primeiro cuidado está relacionado na limpeza dos filtros, que deve ser feita mensalmente.

- Os moradores não podem se esquecer de lavar as serpentinas (condensador e evaporador) pelo menos uma vez ao ano.

- Além disso, deve manter um disjuntor adequado para cada equipamento de ar-condicionado. 

- Manter as tomadas elétricas limpas, sem oxidação, e bem apertadas. Essa última indicação deve ser verificada anualmente.

- Verificar as temperaturas de saída do ar (insuflação), para verificar se o aparelho está trabalhando corretamente. Caso não esteja, será necessário uma manutenção corretiva realizada por um profissional especializado. 

- Analisar se a fiação do empreendimento ou da residência suporta a carga do ar-condicionado, por

exemplo, a potência do aparelho. 

- Conferir se o disjuntor que suporta o aparelho de ar-condicionado está dentro dos parâmetros da proteção de entrada, incluindo a distância do quadro de disjuntores. 

 

Comentários