O piso de madeira é capaz de trazer conforto térmico e transmitir uma sensação gostosa de acolhimento. Nessa sala de jantar, as profissionais trabalharam em um belo contraste entre o piso escuro e a paleta clara do mobiliário, paredes e objetos decorativos
 - Divulgação
O piso de madeira é capaz de trazer conforto térmico e transmitir uma sensação gostosa de acolhimento. Nessa sala de jantar, as profissionais trabalharam em um belo contraste entre o piso escuro e a paleta clara do mobiliário, paredes e objetos decorativos Divulgação
Por Marina Cardoso
Rio - Ao construir ou reformar o lar, sempre surge a dúvida de qual tipo de piso escolher para as áreas sociais e íntimas do imóvel. Pensando na funcionalidade para o dia a dia, longo tempo de vida útil e a capacidade de deixar os ambientes com uma atmosfera elegante e acolhedora, o piso de madeira é uma das opções. 
Apesar da unidade de matéria-prima, pisos de madeira têm as suas diferenças relacionadas à espécie da árvore, formato, tamanho ou tipo de instalação, por exemplo. Antes de comprar, é importante pensar nas tipologias existentes no mercado.
Publicidade
O primeiro é o assoalho, considerado um dos mais populares no mercado. “É um piso com tábuas corridas, que assemelham à réguas, e podem apresentar diversos tipos de tamanhos, cores e modelos” afirma a arquiteta Danielle Dantas.
Já os pisos de tacos fazem o estilo de quem gosta de uma decoração retrô e aconchegante aos ambientes. “Quem encontra um apartamento antigo para reformar nunca abre mão de renovar a vida útil dos taquinhos, que são lindos, com uma longa durabilidade e atemporais na decoração”, afirma a arquiteta Paula Passos.
Publicidade
Composto por pequenos pedaços de madeira colados um a um diretamente no contrapiso, o piso pode ser lixado e envernizado até três vezes ao longo da sua vida útil, sem sofrer nenhum desgaste.
Há outra opção no mercado, o Parquet, com um efeito visual muito próximo ao taco. É comercializado como uma placa única e não oferece grande versatilidade de paginação.
Publicidade
Por último, os pisos laminados costumam ser bastante procurados pela relação custo x benefício que proporcionam ao projeto. Com preço acessível, apresenta rapidez na instalação e um vasto leque de tons de madeira.
Manutenção do piso
Publicidade
Para eleger o piso que mais combina com o estilo da casa, é importante se atentar ao lugar em que o material vai ser aplicado, porque há diferença na resistência e brilho.
“É bacana observar a cor da madeira. As mais escuras costumam ser mais duras e, por consequência mais resistentes para ambientes de grande circulação. Já as mais claras são ideais para espaços mais íntimos da residência e com fluxo menor”, aconselha a arquiteta Bianca Atalla.
Publicidade
Além disso, é importante atenção do morador para não riscar o chão quando se tem madeira dentro da residência. Assim, a limpeza rotineira deve ser com o uso de uma vassoura de cerdas bem macias ou aspirador de pó, além de pano levemente umedecido.