Papel de parede pode dar uma nova cara para a decoração da parede do lar

Para escolher qual tipo empregar em casa, especialistas dão dicas para eleger o material certo

Por Marina Cardoso

Em ambientes sociais, como na sala, é possível ousar mais nas estampas e cores do papel de parede
Em ambientes sociais, como na sala, é possível ousar mais nas estampas e cores do papel de parede -
Rio - O papel de parede é capaz de transformar a cara de um ambiente. Ele pode trazer cor, estampas e textura. Sem falar que a instalação é prática e permite repaginar um cômodo com rapidez e sem grandes reformas. Para escolher qual tipo empregar em casa, especialistas dão dicas para eleger o material certo.
“O papel de parede enaltece o cômodo. O que poderia ser uma parede lisa e sem graça, pode se transformar na decoração central com a escolha certa”, explica a designer de interiores Daiane Antinolfi.
Na sala, por exemplo, é possível ousar mais na escolha da estampa e cor do papel de parede. Mas para quem busca uma decoração mais discreta para esse cômodo, é possível eleger apenas uma parede para receber o revestimento.
O quarto é outro espaço da casa onde pode ser aplicado o material. Como é um ambiente para relaxar, a indicação é usar tons neutros. “Em quartos de criança, vale apostar em cores mais alegres e estampas lúdicas”, aconselha a arquiteta Karina Korn.
Já para quem tem escritório, a indicação é apostar em cores sóbrias para esse ambiente, para não
atrapalhar a concentração durante o trabalho ou os estudos. “Outra opção é usar o papel de parede na
face de trás da mesa de trabalho, dando mais liberdade para a decoração”, afirma Karina.
Já o banheiro permite cores e estampas vibrantes. Mas, por ser um espaço com umidade, requer mais atenção na escolha do material do papel de parede.
TIPOS DE MATERIAL
Em ambientes úmidos, o material pode ser utilizado, desde que tenha uma boa ventilação. Além disso, para estas áreas, existem os papéis vinílicos. “Inclusive são laváveis com detergente neutro. A instalação é feita com cola especial para que não descole”, explica Daiane.
Além do vinílicos, há no mercado opções de papel de parede como, celulose, TNT, poliéster e emborrachado. O de celulose, por exemplo, é indicado aplicar em superfícies lisas e em ambientes sem excesso de umidade, que pode causar manchas e mofo. O de TNT pode ser utilizado tanto em áreas secas quanto aquelas com mais umidade, em paredes lisas ou irregulares.
O de poliéster pode ser usado em ambientes úmidos, como cozinhas e banheiros. Por último, o emborrachado tem durabilidade de cerca de 12 anos. “Ele é bem resistente por causa da camada de EVA em
sua superfície”, conclui Karina.

Comentários