Solidariedade à mesa

Itaguaienses se mobilizam para ajudar ao próximo

Por Jupy Junior

Mesa solidária no centro para socorrer quem tem fome: itaguaienses ajudam
Mesa solidária no centro para socorrer quem tem fome: itaguaienses ajudam -
ITAGUAÍ – Em tempos de pandemia, ajudar quem precisa se tornou uma missão para muitas pessoas. Na cidade, há quem faça dessa ajuda uma missão diária. É o caso de pessoas como Patricia Bragança, Laís Torres e Thomas Bartmann: com um pouco de mobilização, criatividade e ideias simples, eles têm ajudado muita gente a ter uma vida menos difícil em Itaguaí.
FOTOS POR ALIMENTOS
A fotógrafa Patricia Bragança, 44 anos, mora no Engenho e é especialista em fotografia de famílias. Já faz algum tempo que ela troca seu trabalho por alimentos para ajudar outras pessoas. “Agora com a pandemia, uma das maneiras que encontrei de ajudar foi dar descontos para quem trouxesse junto algum alimento. Foi assim que coloquei uma banquinha com alimentos na frente do estúdio. Quem precisa pode pegar à vontade e quem pode, doa”, conta ela.
Com isso, ela já criou um hábito em algumas pessoas que passam necessidade e que agora podem contar ao menos com alguns mantimentos. Além de colocar a mesinha solidária na frente de casa, Patricia ainda procura colaborar com o projeto de caridade de uma amiga.

DUAS TONELADAS
Quem também teve a ideia de montar uma mesa solidária foi o empresário Thomas Bartmann, de 29 anos. Em frente à sua loja de equipamentos de combate ao fogo, no centro, na rua Doutor Monteiro de Azevedo. “Começamos com uma mesa pequena, e com a boa repercussão, aumentamos com mais uma mesa e uma tenda para distribuição de alimentos. Hoje a mesa é mantida por doações e ainda fazemos algumas entregas para algumas famílias que não podem se deslocar”, explica o empresário. Segundo ele, nos dois meses que a mesa existe, já foram entregues duas toneladas de alimentos e a ajuda vai além dos humanos: há também doações de ração para os pets.
“Tem gente que chora, se emociona. É algo de amor, não há vínculo com nada de interesse além de ajudar às pessoas. A população abraçou esse projeto, nossa cidade é abençoada”, conta Bartmann.

JUNTOS SOMOS MAIS
Lais Torres, 30 anos, moradora do bairro de Vila Margarida, é líder em Itaguaí do projeto “Juntos Somos Mais”, uma iniciativa da jornalista Giuline Bastos que tem como objetivo distribuir cestas básicas e ajudar pessoas a retornar ao mercado de trabalho.
Dona de uma hamburgueria no centro, Lais já doou 10 cobertores, 20 caixas de álcool em gel e aproximadamente 100 quilos de alimentos. Ela avisa que quem quiser pode levar a doação até a hamburgueria que fica na rua Antônio Santiago, 144 – Vila Margarida.

Galeria de Fotos

Mesa solidária no centro para socorrer quem tem fome: itaguaienses ajudam Foto do leitor
Lais Torres, do projeto "Juntos Somos Mais" na mesa solidária do colega empresário Thomas Bartmann: mobilização e afeto Foto do leitor
Fotógrafa Patricia Bragança faz ensaios fotográficos em troca de doações para mesa solidária Foto do leitor

Comentários