Calçadão de Itaguaí antes da pandemia: novo decreto aumenta mais o prazo para fim das restrições na cidade - Reprodução internet - Google Maps
Calçadão de Itaguaí antes da pandemia: novo decreto aumenta mais o prazo para fim das restrições na cidadeReprodução internet - Google Maps
Por Jupy Junior
ITAGUAÍ – Acabou a esperança de uma abertura total no comércio, pelo menos até segunda ordem. A Prefeitura de Itaguaí, já sob o governo do prefeito Rubem Ribeiro (Podemos), esticou os efeitos das restrições sanitárias na cidade até o dia 27 de julho com a publicação do decreto 4479. O novo decreto foi publicado no Jornal Oficial número 836, e a data é a mesma da validade do decreto anterior: 10 de julho, um dia depois da cassação dos mandatos do agora ex-prefeito Carlo Busatto Junior (Charlinho, MDB) e ex-vice Abeilard Goulart de Souza Filho (Abelardinho, Progressistas).
Ainda há muita gente desesperada com a situação, principalmente ambulantes e comerciantes de calçada que vendem alimentos pela cidade. Já se somam mais de 120 dias sem que se possa armar barracas de tal tipo em Itaguaí, o que compromete a sobrevivência desse tipo de trabalhador.
Publicidade
Porém, o decreto também ajuda na manutenção do controle de estabelecimentos que podem, ocasionalmente, provocar aglomerações e aumentar os riscos de contágio pelo Covid-19.