Rose Gorito começou indo aos eventos a pé pelas ruas do município, de balada em balada. Hoje, a marca é conhecida na cidade
 - Arquivo pessoal
Rose Gorito começou indo aos eventos a pé pelas ruas do município, de balada em balada. Hoje, a marca é conhecida na cidade Arquivo pessoal
Por Jupy Junior
ITAGUAÍ – Pequena, ágil, uma voz suave e sempre de câmera em punho: assim as pessoas se acostumaram a ver Rose Gorito. A presença da jornalista nascida em Mendes (sul fluminense) e moradora de Itaguaí há 18 anos era certeza da importância do evento. As suas lentes sempre estiveram apontadas para as principais personalidades e celebridades que passaram pela cidade. Os flashes da sua câmera espocaram nos ambientes de todas as baladas da região: agitos, modas, novidades, sorrisos, paqueras, romances, sons, alegria, dança, comemorações, shows...
Há quem considere o colunismo social - gênero jornalístico que retrata as festas, artistas, diversão – como algo fútil e desnecessário. Mas, em plena pandemia, o aniversário de 10 anos da Revista Click na Galera – a conhecida publicação criada por Rose – deixa evidente o quanto a vida noturna, com suas festas e personagens, ajuda a entender a história de Itaguaí.
Publicidade
O COMEÇO
Rose começou na imprensa local como vendedora de anúncios. O ano era 2008. Divorciada, dois filhos e com muitas dívidas, ela se lançou na tarefa com afinco até ter a ideia de criar uma marca que conciliasse jornalismo com entretenimento, algo inédito na região. Nascia assim o blog Click na Galera, uma publicação virtual com ênfase nas fotografias feitas em eventos em Itaguaí e em cidades vizinhas. Câmera na mão, Rose pulava de um evento para outro, varando madrugadas e entrevistando personalidades.
As dificuldades, claro, eram muitas. Ela conta: “Andava a pé pelas ruas de Itaguaí ou ia de mototáxi. Só muito depois consegui comprar um carro. Como sou mulher e estava à noite na balada, tinha gente que pensava que eu estava ali me divertindo e não trabalhando. Minha jornada era dupla de quinta a domingo. Eu era a chefe da família, fazia tudo sozinha. Trabalhar à noite também era arriscado, perigoso. Senti muito medo. Minha filha ficava na creche em tempo integral. Meu filho tinha 15 anos quando comecei, ele me ajudou bastante, mas era bem cansativo”.
Publicidade
“AS PESSOAS QUEREM SE VER”
Com o sucesso do blog, Rose percebeu que, além de conferir como foi o evento, as pessoas queriam aparecer. Para dar visibilidade às fotos e facilitar o acesso a quem queria se ver, Rose criou em 2009 o Portal Click na Galera (www.clicknagalera.com.br). Além de “tirar onda” ao aparecer na mídia, as pessoas ainda podiam se informar sobre os eventos futuros.
Com o grupo Raça Negra, no Acústico Costa Verde, em 2012: lista de famosos clicados é extensa - Arquivo pessoal
Publicidade
“Na época, não era comum fotógrafos nas baladas. Fui pioneira neste segmento, registrando um pouco de cada evento, com um breve conteúdo sobre eles. Em pouco tempo a página se tornou referência em toda a região”, conta Rose. Ser clicado na balada e procurar a foto no dia seguinte no portal Click da Galera virou um hábito comum em Itaguaí, assim como pedir para aparecer nas fotos com a esperança de ser reconhecido na cidade no dia seguinte. Esse foi o filão que Rose explorou com sucesso em Itaguaí.
ÊNFASE NO DIGITAL
Geralmente os produtos jornalísticos nascem primeiro na versão impressa para depois migrarem para a internet. Com o Click na Galera foi o contrário. Depois do portal é que surgiram o jornal impresso e em seguida a revista, cuja edição anual traz matérias de cunho cultural, histórico, turístico e atualidades – além, é claro, do carro-chefe, que são as fotos. São produtos independentes que se mantêm graças aos investimentos do comércio local. A jornalista-empreendedora explica: “Diante das necessidades que o comércio apresenta, abolimos a ideia do impresso periódico e focamos no digital, que tem um melhor custo-benefício”.
Publicidade
Sorriso Maroto na Expo de Itaguaí, em 2017, com a Revista nas mãos - Arquivo pessoal
Para Rose, este é o diferencial do Click na Galera: “Aqui todos têm o mesmo grau de importância e são registrados da mesma forma. Autoridades, celebridades ou pessoas de qualquer segmento têm o mesmo espaço”, garante ela.
Publicidade
CELEBRIDADES E EDIÇÃO HISTÓRICA
Nos 10 anos da Revista-portal, muitos foram os destaques: Milton Nascimento, Ivete Sangalo, Preta Gil, Claudia Leitte, Maiara & Maraísa, Victor & Léo, Falamansa, Péricles, Sorriso Maroto, Belo, Alexandre Pires, Dilsinho, Luiz Melodia, Michel Teló, Paula Fernandes, Anitta, Arlindo Cruz, Jorge Aragão, Fundo de Quintal, The Fevers, Molejo, inúmeros grupos de pagode, nomes do mundo funk e ritmos contemporâneos ou que marcaram época já passaram pelas lentes da publicação. Esses artistas e muitos mais se apresentaram não só no principal evento de Itaguaí - a Expo -, mas em palcos de variados tamanhos, como por exemplo Boteco Cadena, sítios com música ao vivo, arraiás patrocinados pelas prefeituras etc.
Hoje, Rose não está mais sozinha: o trabalho é feito por cerca de 10 profissionais que atuam com ela em esquema de parceria. Para comemorar uma década de aniversário, haverá uma revista impressa especial com a história da publicação, com muitas fotos e histórias engraçadas e curiosas envolvendo os artistas. A previsão de circulação é em meados de outubro. Não é todo dia que jornalista vira notícia, nem que Revista vira matéria de jornal, mas, de vez em quando, em 10 anos, acontece: tão rápido quando um “Click”.