Cemes, que está temporariamente no bairro Montserrat: prefeitura orienta a só ir lá com consulta marcada em UBS ou ESF - Divulgação - Prefeitura Municipal de Itaguaí
Cemes, que está temporariamente no bairro Montserrat: prefeitura orienta a só ir lá com consulta marcada em UBS ou ESFDivulgação - Prefeitura Municipal de Itaguaí
Por Jupy Junior
ITAGUAÍ – Luciene Marculino estava toda contente nesta sexta-feira (14). Mãe de Paulo Henrique, de 19 anos (que tem epilepsia grave), ela não conseguia marcar consulta com um neurologista em Itaguaí desde novembro do ano passado. Depois da reportagem do jornal O DIA sobre o assunto, Luciene recebeu ontem (13) um telefonema do secretário municipal de Saúde, Carlos Zóia, e Paulo Henrique foi atendido hoje pelo doutor José Vinícius Martinez. Além de anunciar a normalização da marcação de consultas, a prefeitura enviou explicações sobre o motivo pelo qual muitas mães de pacientes não conseguiam marcar consultas para os filhos com problemas neurológicos.
Anna Paula de Albuquerque, também citada na matéria, conta que conseguiu marcar consulta para seu filho João Guilherme, de 16 anos, para o dia 21, no Centro de Especialidades Médicas (Cemes). Anna também recebeu um telefonema do secretário Zóia e foi recebida por ele, no gabinete da secretaria, nesta sexta (14).
Publicidade
MARCAÇÃO NAS UBS
A prefeitura mais uma vez orienta os cidadãos que querem marcar consulta em qualquer especialidade: eles devem procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou uma unidade de Estratégia de Saúde da Família (ESF) para registrar o pedido.
De acordo com a Secretaria de Saúde, mesmo antes da pandemia, já havia essa determinação a fim de se evitar aglomeração de crianças com cadeiras de rodas ou qualquer outro tipo de deficiência à espera de consultas no Centro de Especialidades Médicas (Cemes).
Publicidade
Com o pedido feito, a unidade envia a solicitação para a central de regulação municipal. Quando a consulta é agendada, a central de regulação encaminha o agendamento para a UBS e esta é responsável por avisar ao paciente. Assim, a Prefeitura de Itaguaí reforça que as pessoas só devem comparecer ao Cemes com suas consultas pré-agendadas.
RECONTRATAÇÃO
Ocorre, porém, que na especialidade Neurologia a espera estava sendo longa demais, conforme depoimentos colhidos pela reportagem. A prefeitura explica: “A demanda pela especialidade de Neurologia na cidade é muito grande. Há uma tentativa de diminuir a fila até o mês de setembro. São dois médicos atuando na especialidade na cidade. Durante a gestão anterior, um dos especialistas foi dispensado. O atual governo recontratou a profissional e faz uma corrida para realizar os atendimentos, que podem chegar a 75 por semana, nesse período de pandemia. Os dois médicos atendem a neuropediatria e adultos. As consultas são realizadas todas às segundas, quintas e sextas-feiras”.
Publicidade
Ainda segundo a prefeitura, a agenda de agosto está aberta. Quem for a uma UBS conseguirá marcar as consultas dentro das ofertas disponibilizadas. De qualquer forma, até o dia 20 de agosto, a Secretaria de Saúde já abrirá a agenda para consultas do mês de setembro. Com isso, acredita-se que será possível atender a um grande número de munícipes.