Operação conjunta apreende 22.800 aparelhos de TV Box em Itaguaí

Receita Federal, Polícia Civil e Polícia Federal atuam em portos do estado

Por Jupy Junior

Uma das muitas caixas apreendidas na operação: Porto de Itaguaí foi alvo dos agentes, que encontraram grande quantidade de aparelhos
Uma das muitas caixas apreendidas na operação: Porto de Itaguaí foi alvo dos agentes, que encontraram grande quantidade de aparelhos -
ITAGUAÍ – Uma operação conjunta entre Receita Federal, Polícia Civil e Polícia Federal, realizada nesta sexta-feira (9), está resultando em diversas apreensões simultâneas no Porto de Itaguaí e nos Portos Secos de Nova Iguaçu e Resende, em todo o Estado do Rio de Janeiro. Especificamente em Itaguaí, foram apreendidos 22.800 aparelhos de TV Box.
As apreensões são decorrentes de trocas de informações de inteligência entre a Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal, a Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil e a Polícia Federal.
Inúmeros contêineres foram vistoriados. No total, foram apreendidos mais de 60 mil aparelhos de TV Box, utilizados para acessar canais de televisão burlando os serviços oficiais dos produtores em violação aos direitos autorais, crime contra a propriedade imaterial e contrabando.
MAIOR DA HISTÓRIA
A apreensão já representa um prejuízo superior a R$ 50 milhões ao crime organizado, especificamente a grupos de milicianos que se dedicam ao contrabando e a essa modalidade criminosa.
A Receita Federal informa que esta apreensão é a maior da história do país em relação a estes aparelhos. A tendência é que o número de aparelhos apreendidos ainda aumente no decorrer da operação, que deve continuar nos próximos dias.
Após as apreensões e os procedimentos administrativos da Receita Federal, todas as informações serão direcionadas para que a Polícia Federal dê prosseguimento às investigações na apuração de crimes de competência da Justiça Federal.

Comentários