Receita e ABTA fazem destruição de aparelhos de TV box apreendidos em operações nos portos
Receita e ABTA fazem destruição de aparelhos de TV box apreendidos em operações nos portosDivulgação - Receita Federal
Por Jupy Junior
ITAGUAÍ - A Superintendência Regional da Receita Federal na 7ª Região Fiscal (RJ/ES), com apoio da Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA), promovem a destruição de mais de 97 mil aparelhos de TV box piratas. Avaliada em cerca de R$ 13,6 milhões, carga de TV Box que está sendo destruída é resultado de operações realizadas em no Porto de Itaguaí e no Rio de Janeiro em 2019 e 2020.
As apreensões durante o ano de 2020, por exemplo, bateram recordes e frustraram as ações de criminosos. Nos últimos quatro meses do ano passado, a Receita Federal apreendeu cerca de 900 mil aparelhos de TV Box. Só no Rio de Janeiro foram aproximadamente 800 mil unidades, o equivalente a um prejuízo de R$ 600 milhões para o crime organizado.
Publicidade
Em março, A Receita Federal apreendeu no dia 23 cerca de 24 mil aparelhos de TV box em dois contêineres no Centro Logístico Industrial Aduaneiro ZL Log, em Itaguaí. O valor da apreensão é de R$ 18,6 milhões.