Uma das possíveis sequelas dos pacientes de Covid-19 que se submeteram a intubação, por exemplo, que é a disfagia. - Foto: reprodução internet
Uma das possíveis sequelas dos pacientes de Covid-19 que se submeteram a intubação, por exemplo, que é a disfagia.Foto: reprodução internet
Por Lili Bustilho
Itaperuna - Mais uma morte em decorrência de complicações pelo novo coronavírus foi registrada em Itaperuna, no Noroeste Fluminense. O município contabiliza 111 óbitos sendo que mais dezoito ainda estão sendo investigados. De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela secretaria municipal de saúde treze pessoas estão internadas. Desde o início da pandemia o histórico de casos positivos (de 11 de março a 30 de novembro) 5.146 pessoas foram infectadas por Covid-19.

São, ao todo, 4.807 pessoas recuperadas, deixando o município com 228 casos confirmados ainda ativos (dos quais 13 pacientes seguem internados e os demais - 215 - em isolamento domiciliar). Seguem em monitoramento 182 pessoas. Foram descartados 7.044 casos.

O Dia conversou com a otorrinolaringologista Ana Carolina Filgueiras Teles Radun que explicou uma das sequelas dos pacientes que se submeteram a intubação, por exemplo, que é a disfagia, ou seja, a dificuldade para deglutir alimentos. A especialista disse que feito o diagnóstico imediato melhora a chance de recuperação do paciente.

“Paciente com Covid-19 com necessidade de intubação pode apresentar disfagia que é a dificuldade de deglutir saliva, líquido e/ou alimentos. Para identificar a disfagia alguns sintomas associados são engasgos frequentes; dor para engolir; regurgitação e azia", esclarece.
Publicidade

A otorrino alerta que a disfagia pode evoluir com graves complicações como desnutrição e pneumonia. “Para investigação da disfagia, podemos realizar alguns exames como a videoendoscopia da deglutição". A médica acrescenta que o quanto antes for feito o diagnóstico, melhor é a chance de recuperação do paciente. A especialista pontua que aos primeiros sintomas de Covid-19 a pessoa procure um médico.
O Dia conversou com a otorrino Dra Ana Carolina que explicou uma das possíveis sequelas de pacientes de Covid-19 que se submeteram a intubação, por exemplo. - Lili Bustilho
O Dia conversou com a otorrino Dra Ana Carolina que explicou uma das possíveis sequelas de pacientes de Covid-19 que se submeteram a intubação, por exemplo.Lili Bustilho