Na pauta desta terça-feira, 15, será votada a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)para 2021 e para a ultima sessão deste ano, está prevista a votação das contas de 2019 do atual prefeito Gilson Siqueira.  - Foto: reprodução internet
Na pauta desta terça-feira, 15, será votada a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)para 2021 e para a ultima sessão deste ano, está prevista a votação das contas de 2019 do atual prefeito Gilson Siqueira. Foto: reprodução internet
Por Lili Bustilho
CARDOSO MOREIRA - A Câmara Municipal de Vereadores de Cardoso Moreira, no Noroeste Fluminense,  aprovou na última semana Projeto de Lei 038/20, enviado pelo Prefeito Gilson Siqueira solicitando o aumento de 4 concessões de vagas de táxis na Cidade. No dia 10 deste mês, a proposta foi aprovada com 3 votos favoráveis e 2 contrários. Município que possui mais 9 vereadores, dos quais 3 não compareceram sendo Flavinho Bonede, Salim Alexandre Tame. Já Ediel Sardinha teria ido embora antes da sessão ser iniciada. Gilson Nunes Siqueira não disputou as eleições municipais de 2020. 
O Dia conversou com o presidente do poder Legislativo da cidade, Lilinho da Oficina, que foi reeleito e permanecerá como vereador por mais 4 anos; ele explicou detalhes da votação. "Os três votos favoráveis foram da Neiriete Navarro, Nildinho Motos e Thiago Monteiro, já os contrários foram da vereadora Geane Vincler e Renato Medeiros." Ele acrescentou ainda que apesar de não ter votado por ser o chefe do legislativo "Em caso de desempate e sendo necessário o meu parecer eu votaria contra a concessão, pois não acho conveniente, apesar de não ter nada contra a cidade. Cardoso Moreira é uma pequeno e já há muitos taxistas. Além disso tenho um compromisso com a categoria então tenho que honrar isso. Claro que a concorrência é boa para a população porque favorece baixos preços, mas meu compromisso já tinha sido assumido com os taxistas."
Publicidade
Na pauta desta terça-feira, 15, será votada a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021 e para a ultima sessão deste ano, na próxima quinta-feira, está prevista a votação das contas de 2019 do atual prefeito Gilson. A partir de sexta-feira, 18, a Câmara entrará em recesso.