José Gabriel (de listrado) finalmente está em casa com os irmãos gêmeos, José Antônio (azul) e José Miguel (branco); foto publicada com autorização dos pais ao O Dia.
José Gabriel (de listrado) finalmente está em casa com os irmãos gêmeos, José Antônio (azul) e José Miguel (branco); foto publicada com autorização dos pais ao O Dia.Foto: divulgação
Por Lili Bustilho
ITAPERUNA - A família dos trigêmeos idênticos moradores de Aré, distrito de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, está completa em casa. José Gabriel, o recém-nascido que seguia internado por dezesseis dias, desde seu nascimento, teve alta do Hospital São José do Avaí nesta segunda-feira, 28. Dos três irmãos, apenas ele permanecia sob cuidados médicos na UTI Neonatal para obter peso após o parto prematuro com 35 semanas de gestação. De acordo com entrevista da mãe, Claudia Lucia Santos Paula, 23 anos, ao O Dia, o menino está com 1.970 kg e ganhou então 490g desde que nasceu. Ela também contou que o Natal deste ano não teve comemoração, mas que com certeza o réveillon será muito especial com todos os filhos em casa.
Escolha dos nomes - Em relação aos nomes, Claudia disse que no primeiro momento, ao descobrir a gravidez, seria chamado de José ou Maria, mas quando no pré-natal ela e o marido, Mateus Silva Araújo Oliveira, 24 anos, souberam que seriam dois meninos o casal decidiu optar por José Antônio e José Miguel. 
Publicidade
Descoberta da chegada do trio - Mateus, tímido, contou ao O Dia que a gestação tripla foi descoberta no fim da manhã do último dia 11, quando a esposa foi hospitalizada para a realização do parto. Uma ultrassonografia obstétrica, feita logo após a internação indicou a chegada dos três bebês. Com isso mais um nome escolhido, o de José Gabriel.
Doações - Justamente por estarem se preparando para a chegada de dois filhos, a família precisa ainda de doações tanto para os trigêmeos como para o filho mais velho que já usa roupas do tamanho de criança de 2 anos e o sapato número 22. O leite usado pelo trio é o Aptamil 1. Em relação aos móveis, um armário já teria sido encomendado por doação e estaria para ser entregue nos próximos dias. A mãe do bebês que é auxiliar de costura trabalha na confecção no distrito de Boa Ventura, localidade vizinha de onde mora; o pai, Mateus, é trabalhador rural, mas está desempregado e junto ao filho mais velho, Heytor, de 1 anos e um mês, a família vive em uma residência alugada. Claudia explica que nesta época do ano o marido fica sem opção de trabalho. "Geralmente só em março o Mateus consegue trabalho, fim de ano é mais difícil para quem trabalha como ele".
Publicidade
Ordem de nascimento - José Antônio foi o primeiro a nascer no dia 12 de dezembro, às 10h; já José Miguel às 10h01 e José Gabriel, foi o terceiro, nascendo às 10h03. A gravidez do trio pegou de surpresa a família. 

Histórico familiar de gestação múltipla simultânea - Claudia Lucia e Mateus possuem histórico de nascimentos múltiplos na família, ambos possuem primos gêmeos. No caso do casal, a gestação é considerada rara por serem bebês univitelinos, ou seja, idênticos e concebidos naturalmente sem inseminação artificial, ou seja, uma técnica de reprodução assistida em laboratório.

Doações em dinheiro podem ser feitas por depósito na conta da mãe dos meninos:
Caixa Econômica Federal
Conta Poupança
Claudia Lucia Santos de Paula
Agencia: 4642
Operação: 013
Conta: 2370-5
CPF: 167.146.247-51