Desde o início da pandemia, Itaperuna registrou 16.874 casos e 152 óbitos.
Desde o início da pandemia, Itaperuna registrou 16.874 casos e 152 óbitos.Foto: reprodução internet
Por Lili Bustilho
ITAPERUNA - A maior cidade do Noroeste Fluminense, Itaperuna, com mais de 100 mil habitantes deve receber 2.040 doses da vacina CoronaVac, da primeira fase da vacinação contra a Covid-19, nesta terça-feira, 19. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a vacinação no município está prevista para começar próxima quarta-feira (20) e tem a meta de vacinar 969 pessoas, levando em consideração a perda operacional de 5% das vacinas. Cada pessoa receberá duas doses do imunizante, com intervalo de duas ou três semanas.

Essas doses serão destinadas ao primeiro grupo que contempla pessoas com 60 anos ou mais em instituições de longa permanência para o idoso e pessoas com deficiência institucionalizadas (internadas); 34% dos trabalhadores de Saúde do município também serão imunizados. Os grupos serão visitados por profissionais da saúde para a vacinação.
Publicidade
A Secretaria de Saúde ainda informa que as doses DA PRIMEIRA ETAPA serão armazenadas em locais apropriados, conforme orientação do Ministério da Saúde, (não serão suficientes, existem mais idosos institucionalizados que o definido pelo MS). “É muito importante que todas essas pessoas do primeiro grupo se vacinem. Nós já temos cientificamente comprovada a eficácia da vacina e, por isso, já estamos numa força tarefa para começar a vacinação nesta semana. Nossos profissionais de saúde foram qualificados e vão até essas pessoas para levar e aplicar o imunizante”, disse o Secretário de Saúde, Marcelo Ferreira.

De acordo com a nota técnica do Ministério da Saúde, a vacina desenvolvida pelo laboratório Sinovac em parceria com o Butantan é uma vacina contendo o vírus SARS-CoV-2 inativado. Os estudos de soroconversão da vacina Sinovac/Butantan, demonstraram resultados de > 92% nos participantes que tomaram as duas doses da vacina no intervalo de 14 dias e > 97% nos participantes que tomaram as duas doses da vacina no intervalo de 28 dias.
Publicidade
*Reportagem atualizada às 21h50