Aperibé recebeu 280 doses; Cambuci contará com 310 unidades; Itaocara com 750 doses e Miracema com 275 doses de vacina, para iniciar a imunização nesta primeira fase.  - Foto: divulgação/PM
Aperibé recebeu 280 doses; Cambuci contará com 310 unidades; Itaocara com 750 doses e Miracema com 275 doses de vacina, para iniciar a imunização nesta primeira fase. Foto: divulgação/PM
Por Lili Bustilho
Miracema - Na manhã desta terça-feira (19), o helicóptero da Polícia Militar, que saiu do Rio de Janeiro com os primeiros lotes da vacina CoronaVac, contra a Covid-19, para serem entregues em algumas Secretarias Municipais do Noroeste Fluminense, pousou no Parque de Exposições Jamil Cardoso, em Miracema. O ambiente estava cercado de emoção e expectativa. As cargas com as doses foram transportadas do município, com a escolta do 36º BPM (Santo Antônio de Pádua), às prefeituras de Aperibé que recebeu 280 unidades; Cambuci que contará com 310; Itaocara com 750 e Miracema com 275, para iniciar a imunização nesta primeira fase. 
Por meio de nota o 36º BPM (Santo Antônio de Pádua) registrou o momento. "Em meio a tantos acontecimentos, em meio a tantas notícias negativas, enfim, hoje estamos cumprindo a grande missão de receber, escoltar e distribuir a VACINA CONTRA O COVID-19! Hoje, um dia que entrará para a história! As vacinas foram recebidas no município de Miracema para serem distribuídas em nossa região! Nos comprometemos em mais essa missão, planejando nos mínimos detalhes a ação para que a escolta seja realizada com total segurança! Em breve toda nossa população receberá a VACINA CONTRA O COVID-19! Neste momento a distribuição segue em destino aos municípios de Aperibé, Itaocara e Cambuci!", cita o comunicado. Continua após foto.
Publicidade
Escolta das vacinas CoronaVac, feita pelo Batalhão de Policia Militar de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense. - Foto: divulgação/PM
Escolta das vacinas CoronaVac, feita pelo Batalhão de Policia Militar de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense.Foto: divulgação/PM
Miracema - De acordo com a prefeitura, em duas ou quatro semanas o município receberá a segunda dose. O prefeito, Clóvis Tostes de Barros e a secretária de saúde, Vanessa Gutterres, estavam desde as primeiras horas do dia aguardando a chegada da aeronave, tendo em vista que a cidade foi a primeira da Região que recebeu o material de imunização. Os vereadores, Hugo, Maguinho e Jocimar também estavam presentes. A Campanha Nacional de Imunização para a Covid-19, iniciará nesta quarta-feira, 20, às 10h. Neste primeiro momento o critério adotado será a imunização dos profissionais da saúde da linha de frente e idosos residentes em Instituição de longa permanência (Institucionalizados). A equipe da Secretaria Municipal de Saúde está preparada para o método, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde.
Publicidade

A prefeitura destaca que o momento precisa ser administrado com muita calma. Ele enfatiza que todos serão vacinados, na medida que o Governo Federal libere novas doses. “É um momento de grande alegria para todos nós. É o momento de virarmos o jogo contra esse vírus que matou inúmeras pessoas”, disse Clovinho Tostes. No entanto, todas as medidas de segurança, como uso de máscaras, higienização e distanciamento permanecem em vigor.
Confira a reportagem com o quantitativo de doses recebidas por cada cidade do Noroeste Fluminense acessando o link: https://odia.ig.com.br/itaperuna/2021/01/6066938-coronavac-confira-quantas-doses-recebera-cada-municipio-do-noroeste-fluminense.html Veja mais fotos:
Publicidade
 
36º BPM (Santo Antônio de Pádua) em ação em Miracema, no Noroeste Fluminense, para escolta do transporte das doses da vacina contra o novo coronavírus. - Foto: divulgação/PM
36º BPM (Santo Antônio de Pádua) em ação em Miracema, no Noroeste Fluminense, para escolta do transporte das doses da vacina contra o novo coronavírus.Foto: divulgação/PM
Publicidade
36º BPM (Santo Antônio de Pádua) em ação em Miracema, no Noroeste Fluminense, para escolta do transporte das doses da vacina contra o novo coronavírus. - Foto: divulgação/PM
36º BPM (Santo Antônio de Pádua) em ação em Miracema, no Noroeste Fluminense, para escolta do transporte das doses da vacina contra o novo coronavírus.Foto: divulgação/PM
36º BPM (Santo Antônio de Pádua) em ação em Miracema, no Noroeste Fluminense, para escolta do transporte das doses da vacina contra o novo coronavírus. - Foto: divulgação/PM
36º BPM (Santo Antônio de Pádua) em ação em Miracema, no Noroeste Fluminense, para escolta do transporte das doses da vacina contra o novo coronavírus.Foto: divulgação/PM
Publicidade