O prefeito de Varre-Sai, Silvestre José Gorini e o secretário municipal de Saúde, Rafael Fabbri Ramos, acompanharam a aplicação da vacina - Foto: divulgação/PMVS
O prefeito de Varre-Sai, Silvestre José Gorini e o secretário municipal de Saúde, Rafael Fabbri Ramos, acompanharam a aplicação da vacinaFoto: divulgação/PMVS
Por Lili Bustilho
Varre-Sai - A cidade de Varre-Sai, no Noroeste Fluminense, iniciou nesta terça-feira (19/01) a vacinação contra o novo coronavírus. A prefeitura, por meio de sua assessoria, destaca que momento é de esperança e sinaliza o início da retomada da normalidade e principalmente, de proteção às vidas. O município recebeu 140 doses da vacina. Nessa primeira fase, a imunização vai priorizar os profissionais da Saúde e idosos com mais de 75 anos que estejam acamados, em suas residências.

A primeira a receber a vacina foi a Enfermeira do Centro de Triagem, Caroline Pirozzi Righetti Tupini. “Foi um momento de muita emoção e felicidade! Em nenhum momento tive medo e me senti aliviada em saber que é uma coisa nossa, do nosso Brasil, do SUS, eu defendo o SUS e estou lisonjeada em ser a primeira varre-saiense a tomar a Coronavac. A gente que tem que lidar com a Covid-19 todos os dias, de segunda a segunda, tem uma noção do que é um paciente grave, do que é sofrer na pele, o que é Covid. A palavra é gratidão”, relatou a enfermeira.

“Hoje é um grande dia para todos nós, em que recebemos as primeiras doses da vacina contra o novo coronavírus. Nesse primeiro momento, vão ser priorizados os profissionais de Saúde, do Hospital, Centro de Triagem e de Atenção Primária. Também vamos priorizar os idosos acima de 75 anos que estejam acamados. Já foi feito o levantamento desses idosos pela Atenção Básica e todos vão ser vacinados em suas casas. Não é hora de relaxar com as medidas de prevenção, o combate ao novo coronavírus ainda não acabou”, explicou o secretário Rafael.

O prefeito de Varre-Sai, Silvestre José Gorini, falou da importância da vacinação. “Iniciamos hoje a vacinação anti-Covid. Vivemos um momento histórico, pois é o único remédio que acaba com a infecção. Tendo iniciado esse processo, em breve receberemos mais vacinas com as quais iremos imunizar toda a população do município. Lembramos que apesar disso, temos que continuar nos protegendo com o uso de máscaras, higienização das mãos e evitando aglomerações”, lembrou o prefeito.