Nos próximos dias, Luiz Agripino vai separar mais 1.400 unidades – num total de 2.400 aventais que serão doados.
Nos próximos dias, Luiz Agripino vai separar mais 1.400 unidades – num total de 2.400 aventais que serão doados. Divulgação/Firjan
Por Lili Bustilho
Desde o início da pandemia, em março do ano passado, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, a Firjan, vem mobilizando empresários fluminenses em diversas iniciativas de ações sociais. Em Itaperuna, no Noroeste Fluminense, na última semana, um de seus funcionários de uma das maiores fábricas de confecções da Região teve uma crise renal e precisou ser levado ao Hospital São Vicente de Paula, na cidade vizinha de Bom Jesus do Itabapoana. O dono da empresa o levou até lá, ocasião em que conheceu mais de perto os desafios da unidade no combate ao "novo coronavírus", e não teve dúvidas: doou 1 mil aventais para os funcionários que atuam na linha de frente do combate à pandemia do interior do Rio.
Mas esta doação não será a única. Nos próximos dias, Luiz Agripino vai separar mais 1.400 unidades – num total de 2.400 – para serem distribuídas para o Hospital Municipal de Itaocara, além de um asilo e um convento, ambos em Bom Jesus do Itabapoana. Para o empresário, conhecido pelas ações filantrópicas também em outras crises – como nas mais recentes enchentes da região –, o momento exige a união de todos. “Acho que esta é a hora de nos unirmos. Se não for agora, não será nunca mais. Vi de perto a situação do hospital e fiquei comovido com a dedicação com que os funcionários trabalham. É nosso dever ajudar”, disse Agripino.
Publicidade
Só nos primeiros quatro meses da pandemia, mais de 300 mil itens de saúde foram doados pela parceria da Federação com empresários. A rede de laboratórios da Firjan se dedicou à fabricação de faceshields, produto que acabou sendo feito também por indústrias de plástico que fizeram reconversão industrial. Já no âmbito da empregabilidade, a Federação elaborou o Programa Resiliência Produtiva, que teve mais de 80% das sugestões aceitas nas esferas federal, estadual e municipais. “É com orgulho que vemos iniciativas como esta de empresários do Noroeste Fluminense e também da Firjan. Apenas com união vamos conseguir diminuir os efeitos da pandemia não só para a indústria, mas para toda a sociedade fluminense” disse o presidente da Firjan Noroeste Fluminense, José Magno Vargas Hoffmann.
Confira abaixo os endereços das unidades do Norte e Noroeste Fluminense que estão recebendo doações de alimentos não-perecíveis para a campanha contra a fome:
- Firjan SENAI SESI Itaperuna. Rua Dep. José de Cerqueira Garcia, nº 883 - Presidente Costa e Silva
Publicidade
- Firjan SESI Santo Antônio de Pádua. Avenida João Jasbik, nº 740 – Aeroporto
- Firjan SESI Campos. Avenida Bartolomeu Lisandro, nº 862 - Parque Jardim Carioca, Guarus
Publicidade
- Firjan SESI Macaé. Alameda Etelvino Gomes, nº 155 - Riviera Fluminense