Estudos científicos mostram que este SARS-Cov-2 - P1 é mais transmissível e possivelmente mais agressivo que o seu antecessor primitivo.
Estudos científicos mostram que este SARS-Cov-2 - P1 é mais transmissível e possivelmente mais agressivo que o seu antecessor primitivo.Foto: reprodução internet
Por Lili Bustilho
ITAPERUNA - A Prefeitura de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, por intermédio da Vigilância em Saúde, emitiu nota técnica sobre a detecção de casos de Covid-19 pela variante P1, no município. No comunicado a pasta explica que "durante a rotina de abril de 2021, os profissionais de saúde da cidade, seguiram com os atendimentos clínicos para Covid-19, incluindo dois casos específicos. Na ocasião foram também coletadas várias amostras de secreção da nasofaringe dos pacientes, com encaminhamento destes materiais para um serviço público de saúde de referência do Estado do Rio de Janeiro (Laboratório Central Noel Nutels - LACEN/RJ)".
A nota acrescenta que recentemente a Vigilância Epidemiológica do município recebeu os resultados confirmando por critérios laboratoriais alguns pacientes com Covid-19, além da identificação e informação extra de dois casos infectados pela “P1”, uma variante do vírus causador desta doença. "Trata-se esta variante de uma nova cepa, de uma mutação do vírus original da China, do já conhecido SARS-CoV-2. Esta P1 foi inicialmente identificada em Manaus/AM, porém, logo a seguir foi amplamente disseminada por todo o País, incluindo pelo Estado do Rio de Janeiro".
Publicidade
A SMS destaca que estudos científicos mostram que este SARS-Cov-2 - P1 é mais transmissível e possivelmente mais agressivo que o seu antecessor primitivo. Na prática, para os munícipes de Itaperuna, é reforçada a importância de se manter ou de se intensificar as três principais medidas de proteção individual não só para toda a população, mas principalmente para as gestantes (para as quais ainda não há recomendação segura do uso da vacina que temos disponível) e para grupos específicos de risco, formados principalmente por idosos e por pessoas com doenças prévias, que seguem sendo informados e convocados para receberem a sua imunização.
1- DISTANCIAMENTO SOCIAL
2- USO DE MÁSCARA
3- HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS
A Vigilância em Saúde de Itaperuna está situada na Rua Satiro Garibalde, 197, Centro. Outras informações podem ser obtidas através do e-mail [email protected]