Prefeitura inaugura nesta sexta-feira escola no bairro São José do Barreto

Unidade de ensino terá 1,1 mil metros quadrados e vai atender 180 estudantes

Por O Dia

A nova escola ganhou o nome de Elisa Maria Silva de Azevedo Portugal, uma homenagem à educadora macaense que trabalhou com o segmento infantil
A nova escola ganhou o nome de Elisa Maria Silva de Azevedo Portugal, uma homenagem à educadora macaense que trabalhou com o segmento infantil -
Macaé - Nesta sexta-feira (13), às 9h30, a Prefeitura de Macaé fará a entrega da nova Escola Municipal de Educação Infantil Professora Elisa Maria Silva de Azevedo Portugal, no bairro São José do Barreto. O espaço, dotado de 1,1 mil metros quadrados, vai atender 180 estudantes na faixa de dois a cinco anos em horário integral. Localizado na Rua 12, Loteamento Franco Plaza, o espaço consolida a proposta da educação de Macaé de universalizar o atendimento ao segmento infantil com ingresso de todas as crianças acima de dois anos na sala de aula.
A nova escola ganhou o nome de Elisa Maria Silva de Azevedo Portugal, uma homenagem à educadora macaense mais conhecida como Elisa Portugal, que trabalhou com o segmento infantil. A escola conta com oito salas de aula, uma sala de direção, ateliê para atividades artísticas, sala de experimentação, cozinha, sala de vídeo, sala de leitura, fraldário, pátio interno, pátio externo, sala de estudos e planejamento para professores, sala de recursos, espaço para educadores, sala de acolhimento, cozinha, refeitório, cozinha para funcionários e área de serviço, além de despensa.

A nova escola também contará com sala de recursos, pátio coberto, anfiteatro, área para recreação, estacionamento e banheiros para funcionários. As salas também terão brinquedos e materiais pedagógicos para atender as turmas de pré I e II, além de maternal I e II.

De acordo com o Secretário de Educação, Guto Garcia, a área terá espaços adaptados e seguem Parâmetros Básicos de Infraestrutura para Educação Infantil. "Seguimos as diretrizes da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), que conta com concepções quanto à reforma e adaptação dos espaços onde se realiza a Educação Infantil", ressalta.

O espaço terá a atuação de 22 professores (16 professores de referência, seis professores integradores e um de Educação Física), terá na direção Vera Lúcia Caldas Vanzeler (diretora geral) e Elayne Cristina Ferreira Martins Teixeira (adjunta).

Guto lembra que Macaé vai ampliar a capacidade de atendimento aos alunos com novas escolas. "Serão três novas escolas no Lagomar (padrão de Educação Infantil e segundo segmento do Ensino Fundamental), além da que vai funcionar compartilhada com o Governo do Estado para Ensino Fundamental II e Ensino Médio. Na lista também estão as construções na Ajuda e duas escolas padrão no Bosque Azul. Em fase adiantado está o processo para obra da escola na Barra de Macaé, na área do antigo Hospital do Sase", finaliza.

Homenagem

Nascida em 1955, Elisa Portugal iniciou sua trajetória na educação concluindo o curso Normal em 1973. Em 1974, Elisa começou sua vida profissional atuando na Escola Municipal Joaquim Luiz Freire, como professora de Ensino Fundamental. Em sua trajetória ela também atuou como professora de Educação Especial na Associação Pestalozzi e cursou Licenciatura Plena em Pedagogia. Em 1979, seu caminho se cruza com a Educação Infantil, segmento em que ela trabalhou durante quase uma década tendo atuado durante 18 anos na Escola Municipalizada Ana Benedicta da Silva Santos.

A professora Elisa Portugal esteve sempre em constante formação e no ano 2000, ela fez pós-graduação em Educação Infantil. Por mais de duas décadas, ocupou o cargo de orientadora pedagógica na rede municipal desempenhando, dentre outras funções, a de Coordenadora da Educação Infantil e Séries Iniciais, além de ter ministrado diversas formações para os professores deste segmento. Em 2017, após 37 anos atuando no magistério, ela se aposentou. Em outubro deste ano, Elisa faleceu deixando marido e dois filhos.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários