Mais de 77 mil pessoas foram avaliadas nas barreiras sanitárias de Macaé

Em 28 dias, 77.612 pessoas foram avaliadas nos pontos de atuação no município

Por O Dia

As barreiras sanitárias são realizadas em quatro pontos: Cabiúnas, Parque de Tubos, RJ-168 e Aeroporto
As barreiras sanitárias são realizadas em quatro pontos: Cabiúnas, Parque de Tubos, RJ-168 e Aeroporto -
Macaé - Em 28 dias de atuação, as barreiras sanitárias montadas em quatro pontos estratégicos de acesso a Macaé atenderam 77.612 pessoas. Destas, 5.384 que não comprovaram residência ou trabalho na área da saúde e segurança no município, tiveram que retornar para suas cidades de origem. Nesse período, foram emitidos 302 atestados de casos sintomáticos do Covid-19.

As barreiras, que fazem parte das ações de combate ao contágio pelo coronavírus, auxiliam no controle de acesso ao município. Montadas no dia 23 de março, elas foram instituídas pelo prefeito Dr. Aluízio dos Santos, por meio do decreto 39/2020, em quatro pontos: Cabiúnas, Parque de Tubos, RJ-168 e Aeroporto.

As equipes que fazem as avaliações são formadas por profissionais das secretarias municipais de Saúde, Mobilidade Urbana, Ordem Pública e Vigilância Sanitária. As atividades das barreiras sanitárias acontecem das 5h às 18h, de segunda a sexta-feira. A princípio, a previsão é que funcionem até 31 de julho.

Durante a ação, os profissionais fazem o trabalho de triagem, com a verificação de sintomas como febre e dificuldade de respiração, entre outros. A medida contribui para o cumprimento do isolamento social, evitando o fluxo de pessoas sem necessidades emergenciais no município, e tem se mostrado eficaz na identificação de casos suspeitos e condução adequada de cada paciente.

Comentários