Quatro policiais militares do 32° BPM são presos por crime de extorsão

Os agentes militares eram considerados foragidos e se apresentaram no quartel do 32º BPM de Macaé nesta quarta-feira (2)

Por O Dia

Os PMs lotados no 32° BPM foram indiciados pela prática do crime de extorsão mediante sequestro
Os PMs lotados no 32° BPM foram indiciados pela prática do crime de extorsão mediante sequestro -
Macaé - Quatro policiais militares lotados no 32° BPM (Macaé) foram presos na manhã desta quarta-feira (2), suspeitos de terem praticados crime de extorsão mediante sequestro, ocorrido no ano passado, no município de Rio das Ostras.

De acordo com informações da justiça, os PMs eram considerados foragidos e se apresentaram na manhã desta quarta-feira (2), no quartel do 32º BPM de Macaé. Contra eles foram expedidos mandados de prisão preventiva pelo crime de extorsão e sequestro. O quinto policial, que na época fazia parte do Grupo de Ações Táticas (GAT), já havia sido preso na última segunda-feira (31), após se apresentar na sede do 35º Batalhão de Itaboraí.

Segundo decisão judicial, a prisão dos policiais é necessária para que não haja obstrução de provas para elucidar os fatos. Ainda na decisão, pelas informações constantes dos autos, há indícios que configuram a periculosidade dos policiais, ao alegarem que levariam a vítima para a delegacia, quando supostamente a sequestraram.

Outras informações dão conta que, a vítima foi levada para um local e os policiais realizaram ameaças e praticaram diversos atos de violência física. Além de negociarem a vida da vítima com traficantes de drogas, em troca o pagamento da quantia de R$ 20 mil.

Os policiais presos foram conduzidos para a 6ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar, que fica em Campos dos Goytacazes, onde o caso foi registrado e será investigado. Em seguida, eles serão conduzidos para o Batalhão Prisional Especial (BEP), localizado em Niterói, onde já está custodiado o primeiro policial preso.

Comentários