Segundo a Polícia Civil, João Paulo Lima Silva, não possuía antecedentes criminais.  - Divulgação
Segundo a Polícia Civil, João Paulo Lima Silva, não possuía antecedentes criminais. Divulgação
Por Bertha Muniz
 
MACAÉ - Subiu para 10 o número de mortes violentas em Macaé, no Norte Fluminense, no mês de novembro. A contagem, até esta quinta-feira (12) mostra uma média de 1,6 homicídios a cada 48 horas.

Até o dia 11 de novembro, eram 9 mortes violentas. Mas, na madrugada desta quinta, mais um homicídio se somou à estatística. Um homem, de 30 anos, foi assassinado no bairro Ingazeira. A vítima, identificada como João Paulo Lima Silva, de 30 anos foi alvejada no tórax e abdômen quando estava na Rua Dejanildo Marques.

A perícia esteve na cena do crime e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), do município. Ainda não há pistas sobre a autoria e motivação da ação criminosa. Ninguém foi preso. O caso foi registrado na 123ª Delegacia Policial (123ª DP), onde será investigado. Segundo a Polícia Civil, João Paulo, que era natural de Macaé, não possuía antecedentes criminais.