Magé debate pautas com representantes da agricultura familiar - Divulgação
Magé debate pautas com representantes da agricultura familiarDivulgação
Por O Dia
Magé - A Secretaria Municipal de Agricultura Sustentável e uma comissão de feirantes da agricultura familiar estiveram reunidos para debater algumas pautas da categoria para melhorar as condições de trabalho nas feiras semanais (às quartas no calçadão comercial do Centro de Magé e aos sábados em Piabetá). A Secretaria também propôs aos feirantes que eles constituem uma associação para ter uma participação mais efetiva nas formulações das políticas públicas para o setor, como um assento no Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural.

As principais reivindicações dos feirantes da agricultura são as seguintes: reformas das barracas e apoio para alguns problemas específicos na feira de Piabetá, como vendedores clandestinos e trânsito impróprio de bicicletas e motos entre as barracas.

Além de trabalhar para atender o pedido em relação às barracas e buscar apoio da Fiscalização de Posturas, Guarda Municipal e Ordem Pública para atender às demandas específicas na Feira de Piabetá, o secretário municipal de Agricultura Sustentável, André Castilho Costa, informou outra sugestão feita aos feirantes.

"Propomos que eles também formulem acréscimos e/ou mudanças na lei municipal atual (de 2019) que instituiu as feiras de agricultura familiar para gente avaliar e encaminhar à Câmara de Vereadores", disse o secretário.

Os representantes dos feirantes consideram o encontro muito positivo para a categoria.
"Recebemos informações que vão nos favorecer muito, já que temos um trabalho diferenciado das feiras livres tradicionais. A gente vai conseguir, a partir das orientações, definir o nosso papel para melhorar a comercialização dos nossos produtos", disse Marcilene Echer, do Sítio Santo Antônio, em Rio dos Cavaleiros, 3º Distrito (Rio do Ouro).