Maricá pode cancelar doação de R$ 45 milhões a São Gonçalo

Denúncias de corrupção e desvios de verbas associadas ao Governo do Estado e superfaturamento são preocupantes

Por O Dia

Prefeito de Maricá, Fabiano Horta
Prefeito de Maricá, Fabiano Horta -
Maricá - A verba que seria doada pela Prefeitura de Maricá e Niterói à cidade de São Gonçalo, para auxiliar nas medidas na guerra contra o Covid-19 e construir um Hospital de Campanha, evitando assim uma sobrecarga nos serviços de saúde dos municípios citados, poderá ser cancelada.
Como Maricá é a cidade mais rica do Estado do RJ e Niterói a segunda mais rica, houve uma união de recursos para ajudar São Gonçalo, que é uma cidade superpopulada, pobre e que divide fronteiras e constantemente utiliza os serviços das cidades vizinhas.
Segundo informou o Secretário de Comunicação de Maricá, Olavo Noleto, que falou com a redação do Jornal O DIA Maricá, realmente a Prefeitura não deverá fazer o pagamento da doação a São Gonçalo.
SEGUE A NOTA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE MARICÁ QUE FOI DIVULGADA 25/05 SOBRE O ASSUNTO:
“A Prefeitura de Maricá informa que até o momento não recebeu o plano de ação do estado para a implantação das unidades previstas em São Gonçalo no convênio assinado juntamente com Niterói. Em função disso não houve qualquer liberação de recursos do convênio".
A redação do Jornal O DIA Maricá, aguarda outra nota oficial sobre o desenvolvimento do assunto e divulgara aos leitores.
Vale a pena destacar que após a operação iniciada pela Polícia Federal por conta de denúncias de desvio de verba e corrupção ativa onde pode haver associação a inúmeros desvios de recursos do estado nas compras superfaturadas para o combate a Covid 19, e em hospital de campanha feitas pelo governo Wilson Witzel e que podem ser ligadas a Prefeitura de São Gonçalo.

Comentários