Mulher transexual é brutalmente assassinada em Maricá

Tudo indica que este é mais um caso de transfobia, que é quando um crime é motivado por ódio contra pessoas transexuais.

Por O Dia

Marcinha Shokenna Bastos da Silva, 28 anos
Marcinha Shokenna Bastos da Silva, 28 anos -
Maricá - Foi encontrado na tarde deste domingo o corpo de uma mulher transexual com marcas de paulada, no Bairro da amizade em Maricá. O caso ocorreu na Rua Prefeito Joaquim Mendes. 

Segundo apuração da redação do Jornal O DIA Maricá, um morador encontrou o corpo em seu quintal e chamou a polícia em seguida. Tudo indica que o crime é mais um caso de transfobia, que é quando um crime é motivado por ódio contra pessoas transexuais.

O corpo da vítima, identificada como Marcinha Shokenna Bastos da Silva, 28 anos, foi encaminhada para o (IML) do Barreto, em Niterói.

Houve indignação e lamentação dos amigos e conhecidos de Marcinha nas redes sociais. Marcinha era uma pessoa muito queria pelos seus e foi mais uma vítima de transfobia. 

Comentários