Cerca de 1.500 funcionários, mais de 50 caminhões e 20 escavadeiras formam o mutirão, que atuará na região por cerca de 15 dias, realizando serviços de capina, troca de iluminação, asfaltamento, drenagem, instalação de meio-fio e sinalização de ruas. - Foto: Anselmo Mourão
Cerca de 1.500 funcionários, mais de 50 caminhões e 20 escavadeiras formam o mutirão, que atuará na região por cerca de 15 dias, realizando serviços de capina, troca de iluminação, asfaltamento, drenagem, instalação de meio-fio e sinalização de ruas.Foto: Anselmo Mourão
Por O Dia
Maricá - A Prefeitura de Maricá, através da autarquia Serviços de Obras de Maricá (Somar), deu início na manhã desta segunda-feira (01/02) a uma grande ação no distrito de Itaipuaçu. Cerca de 1.500 funcionários, mais de 50 caminhões e 20 escavadeiras formam o mutirão, que atuará na região por cerca de 15 dias, realizando serviços de capina, troca de iluminação, asfaltamento, drenagem, instalação de meio-fio e sinalização de ruas.

O prefeito Fabiano Horta acompanhou o início do mutirão e destacou a importância da ação para o distrito. “A ideia é que a gente possa ficar nesses 15 dias fazendo todo esse trabalho de limpeza, roçagem, de abrir passagens de água, ou seja, um mutirão de obras e de conservação que tem o objetivo de colocar a casa em dia em Itaipuaçu”, destacou.

Horta disse ainda que a pandemia de Covid-19 fez com que as demandas por serviços de conservação se acumulassem, mas assegurou que, com este tipo de ação, os problemas serão solucionados. “Eu tenho certeza que com os funcionários que estarão aqui, homens e mulheres, trabalhando intensamente, vamos conseguir fazer com que Itaipuaçu ganhe uma nova imagem, ganhando esse caráter de zelada e cuidada, que é o objetivo do governo”, destacou.

Segundo o presidente da Somar, Renato Machado, Itaipuaçu precisava desse tipo de operação.

“Estamos com equipes no Recanto com a operação Tapa-Buraco, capina, roçada e pavimentação. No Mato Dentro fazemos a drenagem do rio, pavimentação, capina e roçada. Já no Barroco as equipes estarão limpando as vias. Algumas ruas receberão outros serviços, já que não podem ser asfaltadas por questões ambientais. Também iremos pavimentar a Rua 34, no Jardim Atlântico. Hoje já estamos realizando a colocação de meio-fio, ao longo da semana iremos fazer a troca de solo”, relatou.

Nas orlas, o mutirão percorrerá do Recanto até o quiosque do Guga, onde o trator fará a limpeza da via e da margem do canal, além do recapeamento da Rua 1 ao Recanto, e a recuperação da iluminação da via. No Jardim Atlântico Leste e Central e na Estrada Velha de Itaipuaçu o mutirão fará a manutenção do meio-fio e drenagem, enquanto na esquina das ruas 36 e 44 está sendo executada a pavimentação e a finalização do estacionamento da quadra poliesportiva.

O aposentado João Ferreira Paz, de 72 anos, morador de Itaipuaçu há mais de 30 anos, disse que a mudança foi muito nítida. “Devido a esse tipo de ação conseguimos ver a mudança, é muito importante manter, não adianta só fazer, por isso estou satisfeito”, contou.

Eliana Nobre Leal, de 69 anos, moradora do Jardim Atlântico Leste, contou que reside no local há cerca de 40 anos, e antes só havia barro. “A gente tem orgulho de falar que mora aqui, temos asfalto e limpezas diárias, é muito gratificante”, comentou.

Em Itaocaia Valley e no Bosque dos Flamboyants, o mutirão fará o nivelamento do solo no canteiro central, capina e roçada em todo o bairro. O Rincão Mimoso receberá a troca das cabeceiras das vias e nivelamento. A ação desta segunda-feira também fez o nivelamento das ruas 78, 79, 80, 81, 82, 84, 85, 86 e 90.

O pedreiro Alexandre Silva, de 52 anos, morador da Rua 79, no Jardim Atlântico, comentou com felicidade a realização do mutirão. "Eu nunca tinha visto nada como isso aqui, são muitas obras ao mesmo tempo. Essa iniciativa é uma forma de valorizar o nosso bairro", comentou.

Carla Amaral, de 38 anos, que é técnica em contabilidade e mora na mesma rua, vê avanços com a iniciativa. "Na minha visão vai melhorar ainda mais a nossa cidade, como já está acontecendo aqui. Agora o nosso imóvel vai valorizar ainda mais com asfalto na porta. Isso é Maricá avançando", finalizou.