Salvamento do time de futebol mobilizou diversas nacionalidades e atraiu a preocupação do mundo - AFP
Salvamento do time de futebol mobilizou diversas nacionalidades e atraiu a preocupação do mundoAFP
Por O Dia

Tailândia - Dois produtores de Hollywood já estão nos arredores da caverna da Tailândia, onde os 12 meninos integrantes de um time de futebol e seu treinador ficaram presos por duas semanas.

Enquanto os mergulhadores enfrentam a complicada tarefa de resgate, iniciada neste domingo, os produtores da Pure Flix, Michael Scott e Adam Smith, realizaram entrevistas ao redor da caverna de Tham Luang. “Eu vejo isso como um filme de Hollywood com uma longa lista de estrelas”, declarou Scott à um site de notícias australiano.

Scott e Smith ainda estão planejando trazer escritores e entrevistar pessoas chaves do time de resgate, além dos militares da marinha, as vítimas e os parentes. O plano é arrumar direitos de exclusividade de suas histórias.

Quando questionado se suas ações poderiam ser mal interpretadas devido ao delicado momento, Smith respondeu ao site que “vão ter outros produtores chegando à Tailândia em breve, então nós temos que agir com rapidez”.

Tailândia inicia operação de resgate de meninos presos em caverna - AFP

A operação de resgate terminou nesta terça-feira, quando o treinador, último jovem que estava preso na caverna, foi resgatado. No domingo, primeiro dia de resgate, quatro meninos foram retirados da caverna. Na segunda-feira, mais quatro saíram da caverna, e os cinco restantes foram retirados nesta terça.

Todos os meninos estão internados em quarentena para evitar infecções, podendo ver os familiares somente através de um vidro. Todos foram submetidos à exames e dois deles, que estão com sintomas de pneumonia, estão tomando antibiótico. O estado de saúde de todos é bom e a alimentação requer cuidados.

Tailândia inicia operação de resgate de meninos presos em caverna - AFP

Os meninos e o treinador ficaram presos durante dias em um caverna inundada na Tailândia. Eles foram encontrados acidentalmente por um mergulhador inglês.

Você pode gostar