Explosão deixa 40 mortos em encontro religioso em Cabul

Cerca de 60 pessoas ficaram feridas, segundo o Ministério da Saúde afegão

Por AFP

Afeganistão - Pelo menos 40 pessoas morreram em uma explosão em um encontro de clérigos em Cabul, nesta terça-feira, informaram autoridades locais sobre um dos mais letais ataques na capital em meses.

Cerca de 60 pessoas ficaram feridas na explosão, afirmou o porta-voz do Ministério afegão da Saúde, Wahid Majroh, referindo-se à deflagração ocorrida durante um conselho de ulemás, reunidos por ocasião do aniversário do profeta Maomé.

"Informações iniciais sugerem que foi causada por um suicida", declarou o porta-voz do Ministério do Interior, Najib Danish, acrescentando que o números de mortos e feridos é de "mais de 50" até o momento.

Um gerente do Uranus Wedding Palace, estabelecimento que sedia casamentos, assim como eventos políticos e religiosos, disse à AFP que um suicida se detonou no meio da reunião.

"Há muitos mortos. Eu mesmo contei 30 mortos", afirmou, pedindo para não ser identificado.

Últimas de Mundo & Ciência