Menino migrante morre sob custódia das autoridades dos EUA

Garoto da Guatemala tinha apenas 8 anos

Por AFP

Novo México (EUA) - Um menino guatemalteco, de 8 anos e que estava detido pelas autoridades fronteiriças americanas, morreu nesta terça-feira, no segundo caso de um menor falecido sob custódia das autoridades fronteiriças no mês de dezembro.

"Um menino de oito anos, de nacionalidade guatemalteca, que tinha sido detido pelo serviço de vigilância de fronteiras dos Estados Unidos morreu pouco depois da meia-noite de 25 de dezembro no Centro Médico regional de Gerald Champion, em Alamogordo, no Novo México", que mostrou "sintomas de resfriado" e depois de "náuseas e vômitos", disseram as autoridades em um comunicado enviado à AFP.

No último dia 14, uma outra criança da Guatemala, de 7 anos, morreu tentando entrar nos Estados Unidos. A garota, presa com o pai ao cruzar a fronteira entre o México e os Estados Unidos, faleceu depois de levada em helicóptero a um hospital de El Paso. Ela estava desidratada e sem comer e beber por vários dias, disse a polícia americana. 

Últimas de Mundo & Ciência