EUA cortam ajuda financeira a países centro-americanos

O ano fiscal 2018 terminou no outono passado, e o Departamento de Estado não especificou quantos fundos não gastos foram realmente afetados por esta medida

Por AFP

Secretário americano Mike Pompeo
Secretário americano Mike Pompeo -

Estados Unidos - O governo de Donald Trump cortou a ajuda financeira aos países centro-americanos, acusados pelo presidente americano de "não fazerem nada" para impedir que os migrantes viajem aos Estados Unidos, anunciou neste sábado o Departamento de Estado.

"A pedido do secretário de Estado (Mike Pompeo) estamos implementando a diretiva do presidente de pôr fim aos programas de assistência estrangeira para o Triângulo Norte para os exercícios orçamentários 2017 e 2018", apontou um porta-voz do Departamento de Estado à AFP.

O ano fiscal 2018 terminou no outono passado, e o Departamento de Estado não especificou quantos fundos não gastos foram realmente afetados por esta medida, que poderia ser principalmente simbólica.

O chamado Triângulo Norte inclui El Salvador, Guatemala e Honduras, países de onde provêm dezenas de milhares de migrantes que tentam chegar aos Estados Unidos fugindo da pobreza e da violência em seus países.

Trump denunciou na quinta-feira a inação de seus governos ante estas "caravanas". "Honduras, Guatemala e El Salvador pegaram nosso dinheiro durante anos e não estão fazendo nada", disse no Twitter.

Nos últimos dois anos, os Estados Unidos destinaram 1,3 bilhão de dólares a América Central como parte da ajuda oficial para o desenvolvimento, a maior parte a estes três países. 

Comentários