Grávidas e crianças farão exames para medir chumbo após incêndio de Notre-Dame

Medida foi tomada pelas autoridades de Paris após uma criança da Île de la Cité - ilha no rio Sena onde fica a catedral - apresentar níveis de chumbo no sangue acima do normal

Por AFP

Incêndio na Catedral de Notre-Dame em abril deste ano
Incêndio na Catedral de Notre-Dame em abril deste ano -
Paris - As autoridades de saúde de Paris pediram que crianças e grávidas que vivem perto da Notre-Dame façam exames para detectar os níveis de chumbo no sangue, após o incêndio da catedral em abril.

A convocação acontece depois que um menino da Île de la Cité - a ilha no rio Sena onde fica a catedral - apresentou níveis de chumbo no sangue acima do nível de referência.


Foi aberta uma investigação para comprovar as causas dos altos níveis de chumbo do menino e determinar se o fato tem outra razão que não o incêndio de 15 de abril, afirmou a autoridade sanitária regional de Paris em um comunicado divulgado na segunda-feira à noite.

O menino mostrou um nível acima da referência de 50 microgramas por litro de sangue.

As autoridades disseram que, "como precaução", solicitou-se às famílias com crianças menores de 7 anos e às grávidas que moram na Île de la Cité que "consultem seus médicos para que lhes dê um pedido de exame para avaliar os níveis de chumbo no sangue".

O governo admitiu que o incêndio da catedral fez o chumbo se espalhar pelo ar e pelo solo ao redor do monumento. As autoridades afirmam que não há um perigo geral para o público, mas certas zonas foram fechadas, e quem vive em apartamentos próximos à catedral receberam instruções específicas sobre como limpá-los.

Comentários