Bebê de dois anos fica em coma por uma semana após cair do sofá

Após os exames e uma cirurgia de emergência, os médicos decidiram que Henry deveria ser induzido ao coma "para dar um descanso ao seu cérebro", conforme recorda a mãe do garoto

Por iG

Henry, de dois anos, passou uma semana em coma induzido
Henry, de dois anos, passou uma semana em coma induzido -

A mãe Lee Alexander, de 35 anos, viveu um dos maiores pesadelos da maternidade: o drama de ver o seu bebê em coma. Com apenas dois anos, Henry sofreu um sério acidente ao cair do sofá de casa. A queda, na qual ele bateu a cabeça, ocasionou uma hemorragia grave.

De acordo com Lee, em entrevista ao portal DailyMail, o trauma aconteceu quando Henry deu um salto para o sofá, batendo a cabeça no chão. Imediatamente após o acidente, ele começou a ter convulsões

"Nós éramos novos no prédio, mas eu sabia que havia duas enfermeiras que moravam perto de nós. Saí com Henry nos braços gritando por socorro", disse a mãe. Assim, um vizinho prestou socorro ao menino ainda dentro de casa, enquanto outra ligava para a emergência.

Após os exames e uma cirurgia de emergência, os médicos decidiram que Henry deveria ser induzido ao coma “para dar um descanso ao seu cérebro”, conforme recorda a mãe do garoto. 

Henry despertou do coma uma semana depois. Na ocasião, ele ainda não era capaz de falar, andar ou se alimentar sozinho. “Era como se ele fosse um recém-nascido de novo”, recorda Lee. A recuperação teve de vir lentamente. 

Hoje, um ano após o acidente, Henry já está completamente recuperado. A mãe, porém, diz que o maior desafio é vencer a ansiedade quanto a novos acidentes. “Eu tento ter em mente que não podemos envolver nossos filhos em plástico bolha, por mais difícil que seja”, diz a mãe. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários