Homem é preso por matar amante acidentalmente após passar cocaína no pênis

Mulher sofreu overdose após fazer sexo oral em médico que tinha colocado cocaína no pênis sem avisar. Ele foi condenado a nove anos de prisão

Por iG

Médico foi condenado a nove anos de prisão
Médico foi condenado a nove anos de prisão -
Um médico alemão de 43 anos foi condenado a nove anos de prisão após dois anos de julgamento por matar a amante acidentalmente durante ato sexual na cidade de Halberstadt. Segundo a polícia , ele passou cocaína no pênis sem avisar à mulher, que passou mal e morreu.

Andreas David Niederbichler foi condenado por lesão corporal grave que culminou na morte de Yvonne M, de 38 anos, na casa dele. Ele chegou a levar a mulher até o hospital , mas ela morreu em seguida.

Apesar da morte ter sido acidental, o homem foi considerado culpado por não ter avisado à vítima dos atos com plano de drogá-la. Segundo a corte, ele teria cometido atos similares com outras três mulheres, colocando a droga não só no pênis, como também em copos de bebidas oferecidos para elas.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários