Terremoto de magnitude 5,3 atinge a Croácia

Uma adolescente ficou gravemente ferida e e tremor causou danos materiais e pânico. Autoridades pedem à população que não se reunisse por medo de propagação do coronavírus

Por AFP

Terremoto atingiu Croácia e autoridades pedem que população vá para as ruas, mas evitem grupos por conta do coronavírus
Terremoto atingiu Croácia e autoridades pedem que população vá para as ruas, mas evitem grupos por conta do coronavírus -
Croácia - Um terremoto de magnitude 5,3 sacudiu Zagreb neste domingo, deixando uma adolescente gravemente ferida e causando danos materiais e pânico, o que levou as autoridades a pedir à população que não se reunisse por medo de propagação do coronavírus.

O tremor ocorreu às 6h (2h de Brasília) e fez com que muitos habitantes deixassem rapidamente suas casas para se reunir nas ruas, constatou um jornalista da AFP no local. A torre da catedral no centro histórico de Zagreb e as fachadas de vários edifícios foram danificadas pelo terremoto.

Na confusão, médicos citados pela agência local Hina anunciaram a morte de uma adolescente de 15 anos, mas depois retificaram a informação e afirmaram que a jovem está em estado crítico. Há outras pessoas com "ferimentos", mas a maioria não seria grave, segundo Damir Trut, do serviço de defesa civil.

Segundo o Centro Sismológico Euromediterrâneo (C-SEM), o epicentro do terremoto foi localizado a cerca de 7 quilômetros ao norte de Zagreb. O terremoto foi sentido no sul da Áustria e na Eslovênia.

O ministro do Interior, Davor Bozinovic, pediu à população que permaneça nas ruas, mas que evite se reunir em grupos para não facilitar a disseminação do coronavírus, que já infectou 200 pessoas na Croácia.

"Mantenham distância. Não se agrupem. Estamos enfrentando duas crises graves, o terremoto e a epidemia", disse ele.

Várias áreas da capital estavam sem eletricidade. O prédio do parlamento também foi danificado. Cerca de uma hora depois, a cidade foi abalada por um novo tremor, de magnitude 5.

Os Balcãs estão localizados em uma grande falha sísmica e frequentemente registram terremotos de baixa intensidade.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários